Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Sem margem para erros

22 de Outubro, 2017
O Girabola está num ponto em que cada jornada se torna num grande dilemapara as equipas do topo e do fundo da tabela de classificação, pois as dúvidas que ainda persistem quer para a definição do próximo campeão, como para as equipas menos produtivas que descem de divisão podem arrastar-se até à última jornada da competição, com as lágrimas de alegria e tristeza que se esperam, com o desconsolos normais de quem chega ao fim da jornada sem ter logrado os objectivos previstos.

O Leste pode decidir o campeão de futebol desta temporada, quando o campeonato na sua recta final tem na corrida apenas duas equipas, com o mesmo número de pontos, 1º de Agosto e Petro de Luanda.

Algo impensável no início da competição, se tivermos em conta que os dois conjuntos locais não entravam nas contas do título. E, por esta altura, fazem-no por via indirecta, porque nos confrontos de hoje têm pela frente as duas equipas que ainda podem arrebatar o troféu.

O 1º de Agosto e o Petro de Luanda têm pela frente na jornada que hoje se completa equipas daquelas paragens mas ambas com desempenho diferente na prova, o que ainda assim não altera a possibilidade do resultado de ambas nos jogos com as formações luandenses determinar o curso do Girabola até ao seu final.

No Estádio 11 de Novembro, o facto do Progresso da Lunda Sul estar na zona perigosa da classificação, correndo o risco de descer de divisão, pode torna-lo num adversário complicado e perigoso para o1º de Agosto que, teoricamente, é o favorito na partida.

Se o Progresso precisa tanto de pontos como de pão para a boca, o seu adversário não se pode dar ao luxo de desperdiçar pontos. E o 1º de Agosto só chega a campeão se só somar triunfos nos jogos que ainda tem por disputar, dada a vantagem que leva sobre o Petro de Luanda nos jogos entre si (empate e vitória), facto que pode ser o único elemento determinante nas contas finais, se as duas equipas terminarem a prova com o mesmo número de pontos.

A deslocação do Petro ao encontro do Sagrada Esperança é outro atractivo esta tarde. A equipa luandense está dependente do outro concorrente, e sabe que só quebra o jejum de títulos se este escorregar em qualquer dos jogos que ainda tem por disputar.

Na \"cauda\" da classificação também há movimentação. A fuga à despromoção acelera o batimento cardíaco de muita gente numa campanha em que estão envolvidas cinco equipas, entre as quais o ASA e o Progresso da Lunda Sul.

De resto, e até ao cerrar das cortinas, o campeonato promete emoções fortes na busca do campeão e das formações que dão lugar as formações saídas da Segundona, Domant, Sporting de Cabinda e Casa Militar do Cuando Cubango.

Últimas Opinies

  • 19 de Março, 2020

    Escaldante Girabola

    O campeonato nacional de futebol da primeira divisão vai dobrando os últimos contornos. A presente edição, amputada face a desqualificação do 1º de Maio de Benguela, abeira-se do seu fim . Entretanto, do ponto de vista classificativo as coisas estão longe de se definirem. No topo, o 1º de Agosto e o Petro travam uma luta sem quartel pelo título.

    Ler mais »

  • 17 de Março, 2020

    Cartas dos leitores

    Estamos melhor do que nunca. A pressão é para as pessoas que não têm arroz e feijão para comer. Estamos sem pressão, temos todos bons salários e boas condições de trabalho. Estamos numa situação de privilégio e até ao último jogo tivemos apenas duas derrotas.

    Ler mais »

  • 17 de Março, 2020

    Jogos Olmpicos2020

    A suspensão de diferentes competições desportivas a nível mundial em função do coronavírus, já declarada pela OMS-Organização Mundial da Saúde como Pandemia, remete-nos, mais uma vez, a reflectir sobre a realização dos Jogos Olímpicos de Tóquio. Pelo menos até aqui, o COI-Comité Olímpico Internacional mantém de pé a ideia de realizar o evento nos prazos previstos.

    Ler mais »

  • 14 de Março, 2020

    FAF aquece com eleies

    Cá entre nós, o fim do ciclo olímpico, tal com é consabido, obriga, por imperativos legais, por parte das Associações Desportivas, de um modo geral e global, a realização de pleitos eleitorais para a renovação de mandatos.

    Ler mais »

  • 14 de Março, 2020

    Cartas dos Leitores

    Acho que o Estado deve velar por essas infra-estruturas.

    Ler mais »

Ver todas »