Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Sem tempo a perder

14 de Junho, 2015
Mais do que uma partida amigável, o jogo com os Bafana Bafana vai servir para limar arestas e para Romeu Filemon tirar ilações do trabalho desenvolvido no Lubango, que serviu para preparar a primeira jornada do Grupo B da fase de qualificação ao CAN. Para o jogo na cidade do Cabo, o seleccionador nacional vai utilizar os jogadores que actuam no Girabola, por serem os que vão alinhar para o compromisso com os suazis, mas não se descarta que os profissionais que actuam no exterior sejam igualmente requisitados.

Depois disso, os Palancas Negras voltam a defrontar a Suazilândia para a segunda volta do CHAN, na primeira semana de Julho, partida que vai fechar o ciclo dos primeiros três jogos agendados. A expectativa dos angolanos em torno dos dois próximos jogos também é enorme, apesar de ser para uma competição diferente, por sinal, a que já logramos atingir uma final em 2011 no Sudão, diante da Tunísia.

É importante, que a equipa técnica saiba tirar proveito do amistoso de amanhã com a África do Sul, fazer os ensaios de variantes de jogo, troca de jogadores, experimentar estratégias, uma vez que são nesses jogos onde devem ser corrigidos todos os aspectos atinentes à preparação da equipa.

Tal como no jogo de sábado, diante da República Centro Africana, espera-se que no próximo domingo os jogadores evidenciem a mesma responsabilidade e demonstrem atitude e determinação para lograr um resultado positivo. Que não haja subestimação do adversário de modo a evitar-se surpresas desagradáveis, apesar de Angola estar melhor posicionada em termos de ranking, a verdade é que não há vitórias antecipadas.

Muito embora se reconheça que o futebol nacional não está no seu melhor momento, os amantes da modalidade esperam que os Palancas Negras saibam dar uma resposta positiva, quer na campanha ao CAN do Gabão, quer nas eliminatórias de acesso ao CHAN, competição reservada aos jogadores que actuam nos campeonatos dos respectivos países. A expectativa quanto ao regresso de Angola a estas duas grandes provas africanas é evidente entende-se depois do que foram as participações em 2012 e 2013, por um lado, e por outro, por termos falhado as qualificações de acesso ao CAN 2015.

Portanto, não há tempo a perder. O momento é de trabalho e mais trabalho.

Últimas Opinies

  • 24 de Agosto, 2019

    O amiguismo na resciso

    O assunto de momento no nosso futebol, convenhamos, é sem dúvidas o desenlace entre a Federação Angolana de Futebol (FAF) e o técnico Srdjan Vasiljevic, em face de algumas situações que vinham acontecendo e que originou que se estalasse o verniz.

    Ler mais »

  • 24 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Os jogadores aguardaram isso dos dirigentes, para que a motivação crescesse

    Ler mais »

  • 24 de Agosto, 2019

    O sonho dos grupos

    Após as vitórias extramuros nas deslocações à Tanzânia e ao Lesotho, o 1º de Agosto e Petro têm, neste fim-de-semana, a oportunidade soberana de confirmarem a qualificação para última eliminatória de acesso a fase de grupos da Liga dos Campeões Africanos.

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Viemos a público para responder ou esclarecer o que aconteceu.

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    O divrcio anunciado

    Não faz ainda muito tempo do anúncio do divórcio, entre o órgão reitor do futebol nacional e o então seleccionador nacional de honras, o sérvio Srdjan Vasiljevic, que ontem deixou o país.

    Ler mais »

Ver todas »