Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Semana derradeira

23 de Fevereiro, 2016
As equipas angolanas que este ano desfilam nas Afrotaças, Recreativo do Libolo, na fase de acesso à Liga dos Campeões, e Sagrada Esperança, entraram ontem na semana derradeira da preparação para os jogos da segunda -mão das respectivas competições, depois da estreia na competição doméstica, em que tal como nas provas continentais, acabaram por terem sortes diferentes.

O Recreativo do Libolo, fez jus à sua condição de campeão e parte para a Guiné Equatorial motivado pelo facto de ter conseguido uma vitória com muitos golos em Calulo, frente ao Racing.

Ainda que o desfecho da eliminatória só se conheça quando no reduto do adversário se jogaram os restantes 90 minutos da eliminatória, com a vantagem de 5-1 que leva, dificilmente o Libolo fica fora da fase seguinte, até porque a equipa angolana já tem uma certa experiência nessas andanças do futebol africano, e a aposta da direcção do clube continua a ser à procura de um lugar de destaque no contexto continental, uma aposta que é a continuidade da intenção manifestada na época anterior, aquando, inclusive da contratação do francês Sebastien Desabré para liderar a equipa técnica do conjunto.

Mais difícil é a tarefa do Sagrada Esperança, que continua com dificuldades em encontrar o caminho das vitórias, e tem a situação mais tremida, face à derrota que consentiu no Dundo, frente ao Ajax da África do Sul.

O conjunto angolano ainda acredita que pode fazer uma reviravolta e eliminar os sul-africanos no desafio da segunda-mão no sábado, mas está diante de uma tarefa hercúlea.

Os números dos diamantíferos não são nada animadores nesta fase, derrota em casa para a Taça da Confederação e nova derrota desta feita frente ao Desportivo da Huíla na estreia no Girabola Zap.

O Sagrada Esperança precisa de vitórias. Duas derrotas consecutivas, ainda que seja em competições diferentes criam sempre abalos psicológicos.

Últimas Opinies

  • 15 de Julho, 2019

    O real papel do gestor desportivo

    As funções de um gestor desportivo não são mais do que as funções de um gestor de empresas, adaptadas e ajustadas às particularidades de um clube ou federação desportiva.

    Ler mais »

  • 15 de Julho, 2019

    Quem explica o desporto angolano?

    O nosso desporto merece um estudo profundo, para se encontrar explicações que justifiquem os resultados que vai tendo.

    Ler mais »

  • 15 de Julho, 2019

    Cartas dos Leitores

    No nosso grupo (A),  somos a única selecção (Angola) que tem a sua primeira participação  a este nível. Canadá vai para a sua sétima, Nova Zelândia.

    Ler mais »

  • 15 de Julho, 2019

    Objectivo falhado

    Angola não conseguiu alcançar o objectivo preconizado no Mundial de Hóquei em Patins, que se disputou em Barcelona, Espanha, acabando por se quedar na sexta posição.

    Ler mais »

  • 13 de Julho, 2019

    Cartas dos Leitores

    Vamos entrar para o campeonato em cada jogo para ganhar, nós queremos começar bem, com o pé direito. Como sabem, já temos o calendário.

    Ler mais »

Ver todas »