Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Sonho dos Palanquinhas

21 de Agosto, 2016
A equipa técnica liderada por Simão Languinha sabe que não vai ter uma tarefa fácil pela frente, a julgar pelo quilate das equipas que se apuram para as derradeiras eliminatórias. Assim, para que esta caminhada no final não deixa de ser um sonho e vire um pesadelo, além da preparação técnico-táctico que tem marcado as sessões de treino, um insistente trabalho a nível psicológico tem de ser feito para dar resiliência (robustez psicológica) aos jovens jogadores.

Ainda estamos todos lembrados do que aconteceu com a nossa selecção de Sub-20, que às portas do CAN da categoria e depois de um resultado promissor (1-0) no terreno adversário, deixou-se eliminar em casa com derrota vulgar de 3-0.

Tomando como exemplo este facto, para concretizar o objectivo de a selecção Sub-17 chegar uma vez mais a uma fase final do CAN da categoria, é imperioso um trabalho abrangente não só do ponto de vista desportivo como de criação de condições para o efeito.

A equipa técnica, os jogadores e a direcção da Federação Angolana de Futebol devem trabalhar em sintonia. Mas caberá sobretudo à FAF a maior responsabilidade, daí o incessante e incansável trabalho de motivação do grupo.

Simão Languinha, o comandante do leme, tem reafirmado desde a eliminatória passada a disposição dos seus pupilos em quererem traduzir o sonho em realidade. E a exibição e o resultado (3-0) demonstrados ontem diante das Ilhas Maurícias leva a crer nesta rapaziada cheia de vontade e de sonhos.

Depois da chamada de atenção do Presidente da República, nas vestes de presidente do MPLA, no discurso de abertura do VII congresso do seu partido, de que é preciso haver mais criatividade para melhorar os resultados no desporto, do lado da FAF tem haver um esforço em proporcionar as condições para que jogadores e técnicos possam trabalhar sem limitações e disporem do indispensável.

Depois de muitos anos ausentes da cimeira do futebol jovem africano, seria um grande feito a selecção Sub-17 voltar a desfilar o perfume de Angola nestas lides. Estamos na fase derradeira da eliminatória, a ser decidida em duas mãos e temos de saber aproveitar estes dois momentos.

Todos almejamos e fazemos votos que os Palanquinhas consigam realizar o seu sonho, um sonho que é também de todos os angolanos amantes do futebol.

Últimas Opinies

  • 17 de Agosto, 2019

    Girabola Zap periclitante

    A festa do futebol está de regresso. Com o retorno do Campeonato Nacional da I Divisão, vulgo Girabola Zap 2019/2020, a alegria do povo volta à ribalta e com ela a euforia, a competitividade.

    Ler mais »

  • 17 de Agosto, 2019

    De volta a febre pelo futebol!...

    Para a alegria dos seus aficionados, está de regresso a maior festa futebol nacional, o Girabola Zap. Uma prova que inflama paixões e leva alegria para os vários estádios espalhados pelo país.

    Ler mais »

  • 17 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Estamos mais preocupados com a integração dos novos atletas  e perceber qual o momento desportivo e a partir daqui,  entrar numa outra fase de desenvolvimento e novamente.

    Ler mais »

  • 17 de Agosto, 2019

    Baptismo do Wiliete

    Depois da abertura ontem da 42ª edição do Campeonato Nacional de Futebol da I Divisão, vulgo Girabola Zap, com o jogo Clube Desportivo da Huíla (CDH) - FC Bravos do Maquis.

    Ler mais »

  • 15 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Se até agora estivéssemos com as estratégias todas consolidadas, com os atletas em boa forma física e excelente dinâmica, podia também nalguns casos.

    Ler mais »

Ver todas »