Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Sorteio do Girabola

22 de Dezembro, 2013
Não havendo muitos relatos a fazer à roleta da sorte, temos apenas é de reconhecer que o aspecto competitivo, pensamos estar salvaguardado, dado o nível e prestígio das equipas que irão disputar a prova, quer se refira às antigas quer se refira às que acabaram por ascender agora ao escalão superior. Para todas elas um novo ciclo começa a partir de agora, com cada uma a enveredar para a preparação específica, com estágios dentro ou fora do país.

Particularmente para as equipas representantes do país nas competições africanas, o início mais cedo do campeonato, contrariamente ao que ocorreu na edição passada, pode em certa medida ser benéfico, sendo que a ser assim podem (nem todas) entrar para a competição africana já com alguns jogos nos pés, o que permite encarar os adversários sem muitas limitações.

Conhecido o calendário, daqui para frente as equipas só têm de pensar no trabalho, quando resta alguma coisa como um mês e meio para o arranque da prova. À pergunta sobre se foi ou não um bom sorteio, reagimos assim: não se pode dizer que sim mas, objectivamente, também não se pode dizer o contrário. Pois sendo o certame disputado no sistema de todos contra todos, não havia como esquivar a um adversário. Talvez o interessante aqui é as equipas saberem em que jornada jogam com este ou aqueloutro adversário.

Às vezes são mais os chamados jogos grandes que entram nestas contas. Interessa, por exemplo, ao público espectador saber em que jornada o calendário reserva o clássico Petro de Luanda-1º de Agosto, o Kabuscorp-Petro de Luanda, o 1º de Agosto-Libolo ou ainda o Interclube,-1º de Agosto. Não é que os outros jogos não constituam motivo de interesse, mas os citados são aqueles que despertam o mais vivo interesse.

Bem entendido, não há jogos fáceis à partida, mas o que é também bom constatar é que temos jogos bastante atractivos para gáudio dos que acorrerem aos Estádios, que se espera venham na próxima edição superar as enchentes que se verificaram na edição passada, como reflexo de um reencontro salutar entre o público e os campos. Afinal o futebol é festa e festa nenhuma se realiza com recinto às moscas.

Últimas Opinies

  • 21 de Março, 2019

    Um regresso depois de quase dez anos

    Volvidos quase dez anos, volto a assumir uma missão como enviado especial do Jornal dos Desportos, título para o qual escrevo desde o ano de 1997, e que nesse momento assumo o cargo de editor, depois de já ter sido sub-editor e correspondente provincial.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    A eliminao do Petro e o tal patriotismo

    Terminada a participação Petro de Luanda, na Taça Nelson Mandela, é normal que por esta altura, esteja a ser feita uma profunda reflexão em torno da participação na referida competição africana, nos mais diversos aspectos que ela comporta, sem descorar, portanto, a (des) continuidade do técnico Beto Bianchi, que mais uma vez não conseguiu o troféu de uma competição em que esteve envolvido. 

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Palancas Negras de olhos no Egipto

    A Selecção Nacional de futebol honras, vulgo Palancas Negras, só depende de si para chegar à fase final do Campeonato Africano das Nações (CAN) de 2019, que vai ser disputado no Egipto.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Procuramos fazer tudo para vencer o jogo, mas não conseguimos, porque o adversário  (Recreativo do Libolo) foi competente e inteligente, assim como conseguiu aproveitar as nossas falhas defensivas e, em lances de bolas paradas, marcaram os dois golos.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Zebras para domar...

    A Selecção Nacional de futebol de honras, às ordens do sérvio Srdjan Vasiljevic, decide amanhã, em Franciston, Botswana, a qualificação para o Campeonato Africano das Nações (CAN), que o Egipto acolhe de 19 de Junho a 21 de Julho deste ano.

    Ler mais »

Ver todas »