Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Sorteios delicados

13 de Maio, 2015
As equipas nacionais de basquetebol, masculino e feminino, já conhecem os adversários com quem se vão cruzar nos respectivos “Africanos”. Na classe masculina, Angola vai defrontar na fase de grupos da prova, marcada para Agosto, na Tunísia, as selecções de Moçambique, Senegal e Marrocos, no grupo B.

Na classe feminina, o “Cinco” Nacional detentora do título continental, vai cruzar com as selecções do Senegal, da Argélia e os vencedores da Zona II e III da FIBA África e um convidado. O “Africano” disputa-se nos Camarões, em Setembro. Nos Jogos Africanos, a selecção masculina integra o grupo A, ao lado do Egipto, Cabo Verde, a selecção anfitriã, as Seyshelles e o Gabão. Em feminino, Angola volta a cruzar com o Senegal no grupo B, para além do Gabão, África do Sul, Argélia e o qualificado da zona três. Numa análise superficial, podemos dizer que o sorteio quer dos “Africanos” como dos Jogos Africanos é acessível aos objectivos das cores nacionais, mesmo com o reconhecimento do valor de alguns dos adversários.

Um sorteio é um sorteio e como tal devemos respeitar, também porque não é mau de todo estar em grupos mais fortes na primeira fase, porque se não defrontar nessa etapa as equipas fortes, cedo ou tarde vamos ter de cruzarmos nos quarto de final, meias finais ou mesmo na final. No caso concreto da selecção feminina, apesar da vantagem de ser campeã de África e conhecer muitas das equipas e de já as ter ganho noutras competições, o “Cinco” Nacional não deve relaxar, pois cada jogo é um jogo e com Angola é sempre uma autêntica final. O grande adversário no “Africano” pode ser o Senegal, com quem vai voltar a encontrar-se nos Jogos Africanos de Brazzaville. Como essa prova realiza-se antes do “Africano” pode vir a ser uma boa oportunidade para se aferir do seu potencial.

Na classe masculina, a integração do Senegal na série B do Afrobasket2015, é muito complicada, tendo em conta o potencial desse conjunto do Oeste africano. O Senegal é uma das melhores selecções do continente, pelo que se antevê grandes dificuldades ao combinado nacional.Caso as autoridades senegalesas consigam convencer os atletas que evoluem no exterior, em particular nos Estados Unidos da América e demonstrem sentido de organização no que concerne a remuneração e outros factores extra-jogos, vai ser difícil superá-los. Todos sabemos, que Angola, é o alvo a abater.

As demais selecções continentais preparam-se com o único objectivo de travar Angola. Quer em masculino como em feminino. Todo o cuidado é pouco para podermos atingir as metas traçadas. O Afrobasket2015, vai definir o único passe aos Jogos Olímpicos de 2016, no Brasil. Por si só implica dizer, que vamos ter uma prova muito competitiva, com o Egipto, Nigéria, a anfitriã, Tunísia, Angola e Senegal a formarem o quinteto que vai lutar pelo “passaporte” para o Rio de Janeiro.

Últimas Opinies

  • 23 de Março, 2019

    Agora que venha o CAN do Egipto!

    Que venha agora o CAN do Egipto! Sim, que  venha o Campeonato Africano das Nações porque a fase de qualificação ficou já para atrás. 

    Ler mais »

  • 23 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Estou aqui para trabalhar. É uma realidade nova para mim. Nunca estive em África.

    Ler mais »

  • 23 de Março, 2019

    Angola est no Egipto

    O país acordou, hoje, na ressaca da explosão festiva resultante da qualificação da selecção nacional de futebol, ao Campeonato Africano das Nações, a disputar-se em Junho e Julho, no Egipto.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Amanh um "tudo ou nada

    Amanhã é uma espécie de Dia D, para nós, e tal fica a dever-se aos ‘’Palancas Negras’’

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Um regresso depois de quase dez anos

    Volvidos quase dez anos, volto a assumir uma missão como enviado especial do Jornal dos Desportos, título para o qual escrevo desde o ano de 1997, e que nesse momento assumo o cargo de editor, depois de já ter sido sub-editor e correspondente provincial.

    Ler mais »

Ver todas »