Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Sub-17 com eficcia

14 de Abril, 2017
A selecção de futebol em Sub-17 está com um coeficiente bastante positivo nos jogos de preparação que realiza no âmbito da sua preparação visando a participação em Maio próximo, no Campeonato Africano das Nações da categoria, nas cidades gabonesas de Franceville e de Port Gentil.

Em dois jogos seguidos obteve igual número de vitórias. Primeiro diante dos Sub-20 do Atlético Sport Aviação-ASA e depois com a equipa de Sub-20 da Sofrigol FC. São resultados que elevam os níveis de confiança, permitindo à equipa técnica o estabelecimento de metas competitivas com maior precisão.

Aliás, temos dito reiteradas vezes que no processo de preparação de qualquer equipa é indispensável a realização de jogos, sendo estes que permitem a qualquer um, a começar pelo treinador na aquisição de uma noção mais exacta sobre o rendimento da equipas, quer do ponto de vista colectivo, quer do ponto de vista individual.

E pelo que se pode observar, Simão Languinha está de facto a forjar uma excelente equipa, capaz de chagar ao cenário da prova e expressar-se na mesma língua em relação aos adversários que terá pela frente. Oxalá o trabalhe não pare, prossiga com a mesma intensidade e sejam conquistadas outras valências.

Tem toda a razão o seleccionador nacional ao dizer que à medida em que vão se realizando mais jogos, mais cedo os jogadores ganham a força desportiva, tudo isso conjugado, claro está, com o volume de trabalho que a equipa já transporta. A equipa vai continuar a trabalhar e é salutar saber que a par da preparação os atletas integram nos fim-de-semana as suas equipas para a disputa dos jogos referentes ao campeonato provincial de Luanda, que teve início no passado sábado. Isto permite que eles mantenham o ritmo competitivo que se pretende para os objectivos a serem traçados.

Depois do que o grupo nos tem vindo a mostrar, o mais que se pode pedir dele é que saiba tirar maior proveito das poucas semanas que nos separam da realização do campeonato africano. Pois o importante é que se apresente em forma ideal, e a altura das obrigações do torneio, que vai envolver outras selecções algumas das quais de países com fortes pergaminhos a nível do futebol africano.

Últimas Opinies

  • 22 de Agosto, 2019

    O divrcio anunciado

    Não faz ainda muito tempo do anúncio do divórcio, entre o órgão reitor do futebol nacional e o então seleccionador nacional de honras, o sérvio Srdjan Vasiljevic, que ontem deixou o país.

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Corrigir o mal no futebol (I)

    A semana passada terminei o artigo com a seguinte sentença: “(…) é importante mudar de estratégia

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Mais um falso arranque do Interclube

    Para o desalento dos prosélitos do futebol sénior masculino, as cortinas do Girabola Zap, versão 2019/20, foram descerradas com máculas na jornada inaugural que, mais uma vez, põem em causa a capacidade organizativa da Federação Angolana de Futebol (FAF), que parece apostada numa competição em que é premiada a instituição que mais erros comete ao longo do “consulado”.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O pas dos amigalhaos

    Foi recentemente anunciada a rescisão contratual do treinador Srdjan Vasilevic com a Federação Angolana de Futebol.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

Ver todas »