Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Temos campeo antecipado

07 de Outubro, 2013
Tal como já era previsível dissiparam-se as dúvidas em relação ao campeão do Girabola. Com o cenário praticamente montado, a equipa do Kabuscorp do Palanca fez exactamente o que lhe competia: confirmar tudo aquilo que já se dizia de há um tempo a esta parte sobre as vastas possibilidades de este ano arrebatar o título de campeão nacional.

A equipa do bairro Palanca há muito deu sinal de que este ano tinha as condições criadas para entrar no restrito grupo de campeões do Girabola. Desde o início do campeonato, o agora campeão sempre foi dando sinais claros de que tinha enormes probabilidades de chegar ao título no final da empreitada. O Kabuscorp tem uma equipa madura, eficaz e muito competitiva.

Por essa força passou e tem passado por todos os seus adversários, entre aqueles que com ele disputaram o título, 1º de Agosto, Petro de Luanda, Libolo e Interclube, e outros tantos que entraram na prova com outros objectivos. Ontem, em Benguela, diante do 1º de Maio, foi apenas o concretizar do sonho.

Daqui para a frente a grande expectativa está em saber se a equipa do Palanca vai conseguir concretizar uma outra meta, que passa por fechar o campeonato com uma trajectória irrepreensível, ou seja, sem qualquer derrota. Pode ser um recorde, algo novo no Girabola.

Na partida de ontem, que acabou por ser apelidada, durante o decorrer da semana passada, como o jogo do título, o Kabuscorp do Palanca cumpriu o seu objectivo sem necessidade de fazer um grande esforço. O adversário, sem força anímica e mesmo a precisar ainda de pontos, “evitou” que a angústia dos dirigentes, técnicos, jogadores, sócios, adeptos e simpatizantes dos palanquinos se prolongasse por muito mais tempo.

A precisarem de apenas uma vitória, os pupilos de Edouard Antranik decidiram, desta vez, não prolongar mais o “sofrimento”, para que no final pudesse haver a tão ansiada abertura das garrafas de champanhe, para merecidamente se festejar o primeiro título da história do clube, que já leva 19 anos de existência.

Com um discurso já de campeão nos últimos dias que antecederam a partida de ontem, o presidente do clube, Bento Kangamba, foi a Benguela convencido de que havia de festejar. E, no final, foi bonito ver toda a sua satisfação junto da equipa e dos adeptos, dançando, sorrindo e dando largas à vida por essa conquista com que sempre sonhou.

Diante dos investimentos que fez e depois de ter visto escapar o título em duas ocasiões, uma das quais “in-extremis”, em 2011, e por tudo quanto a equipa demonstrou até aqui, seria injusto se não tivesse este prémio. Bento Kangamba e sua equipa estão, por isso, de parabéns e merecem todos os aplausos. Temos campeão!

Últimas Opinies

  • 21 de Março, 2019

    Um regresso depois de quase dez anos

    Volvidos quase dez anos, volto a assumir uma missão como enviado especial do Jornal dos Desportos, título para o qual escrevo desde o ano de 1997, e que nesse momento assumo o cargo de editor, depois de já ter sido sub-editor e correspondente provincial.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    A eliminao do Petro e o tal patriotismo

    Terminada a participação Petro de Luanda, na Taça Nelson Mandela, é normal que por esta altura, esteja a ser feita uma profunda reflexão em torno da participação na referida competição africana, nos mais diversos aspectos que ela comporta, sem descorar, portanto, a (des) continuidade do técnico Beto Bianchi, que mais uma vez não conseguiu o troféu de uma competição em que esteve envolvido. 

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Palancas Negras de olhos no Egipto

    A Selecção Nacional de futebol honras, vulgo Palancas Negras, só depende de si para chegar à fase final do Campeonato Africano das Nações (CAN) de 2019, que vai ser disputado no Egipto.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Procuramos fazer tudo para vencer o jogo, mas não conseguimos, porque o adversário  (Recreativo do Libolo) foi competente e inteligente, assim como conseguiu aproveitar as nossas falhas defensivas e, em lances de bolas paradas, marcaram os dois golos.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Zebras para domar...

    A Selecção Nacional de futebol de honras, às ordens do sérvio Srdjan Vasiljevic, decide amanhã, em Franciston, Botswana, a qualificação para o Campeonato Africano das Nações (CAN), que o Egipto acolhe de 19 de Junho a 21 de Julho deste ano.

    Ler mais »

Ver todas »