Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Todos ao trabalho

03 de Fevereiro, 2016
A incerteza de quem seria o novo seleccionador nacional de basquetebol sénior masculino terminou na segunda-feira, com a indicação do técnico Carlos Dinis, para substituto de Moncho Lopez.Longos dias de espera, para muitos desnecessários em função do aproximar do torneio pré-olímpico a que Angola disputa em Junho e que apura quatro equipas para os Jogos Olímpicos do Rio Janeiro.

O facto dos amantes do basquetebol ficarem reféns nas incertezas, dado que o órgão reitor da modalidade tardava em prenunciar-se sobre o treinador que ia levar o "cinco" nacional a cumprir este compromisso, deu origens às mais diversas especulações nada abonatórias para o elenco de Paulo Madeira.A indicação de Carlos Dinis e a consequente definição de objectivos de Angola no torneio pré-olímpico cuja sede do seu grupo vai ser Belgrado, na Sérvia, pode ser o ponto de partida para um novo ciclo competitivo da Selecção Nacional que na senda da conquista de vitórias no continente foi traçada no último Campeonato Africano, quando perdeu o título para a Nigéria em que criou-se mau augúrio quanto ao futuro em termos competitivos.

A conquista do único passe do grupo para o Rio'2016 está quase descartada, em função do poderio das outras equipas que o integram, a Sérvia, vice -campeã mundial e Porto Rico, bem como os moldes de disputa adoptados pela Federação Internacional para este torneio pré-olímpico, a ideia que prevalece e tem sustentação é que a Selecção Nacional aproveite a competição de Belgrado para preparar o próximo Campeonato Africano, em que se espera fazer jus ao estatuto de conjunto mais titulado do continente, com apetência natural para as vitórias e com uma enorme vontade de voltar a erguer o troféu de campeão.

Porém, tal não significa que Angola vai para o torneio como mero animador. Mesmo sem ter logrado a qualificação directa para o Rio'2016, num torneio qualificativo em que só o primeiro classificado conseguiu o passe, a Nigéria, Angola tem um prestígio a defender pelo rico histórico em Jogos Olímpicos e Mundiais, pode até superar Porto Rico, um adversário do seu campeonato.
O treinador Carlos Dinis conseguiu nos Jogos Africanos a medalha de ouro para o conjunto angolano. Conhece os fundamentos e a filosofia do basquetebol nacional, sabe quais são as possibilidades reais de Angola em Belgrado e sabe também o que tem de fazer para dar ao conjunto a confiança necessária para encarar o próximo compromisso africano como o meio mais seguro para resgatar o título continental.A hora é de trabalho. Mostrar ao mundo as potencialidades que o nosso basquetebol tem no torneio qualificativo para os Jogos Olímpicos, para que depois o ouro volte a sorrir, na maior cimeira da bola ao cesto em África.

Últimas Opinies

  • 18 de Julho, 2019

    Final interessante

    Um mês depois de fortes emoções vividas nos estádios e em outros espaços fora e longe dos centros de disputa,  vamos ter,  finalmente,  amanhã dia 19, o cair do pano da XXXII edição do Campeonato Africano das Nações de futebol, organizado pelo Egipto.

    Ler mais »

  • 18 de Julho, 2019

    A dvida de Akw

    O dia 8 de Outubro de 2005, ficará para sempre gravado na história do desporto angolano e do futebol em particular.

    Ler mais »

  • 18 de Julho, 2019

    Assim no est nada bom

    Depois da decepção que foi a participação dos Palancas Negras no Campeonato Africano das Nações, que ainda decorre no Egipto, com encerramento previsto para amanhã, 19 de Julho, pensei que a paz voltaria, quanto antes, a reinar no “quintal” do futebol doméstico, de si já prenhe de problemas.

    Ler mais »

  • 15 de Julho, 2019

    Uma seleco coxa sem craques de elite

    A qualidade  dos jogos dados a ver pelos Palancas Negras no CAN do Egipto, mostrou, mais uma vez, que não temos um estilo que nos identifica em termos de estilo.

    Ler mais »

  • 15 de Julho, 2019

    O real papel do gestor desportivo

    As funções de um gestor desportivo não são mais do que as funções de um gestor de empresas, adaptadas e ajustadas às particularidades de um clube ou federação desportiva.

    Ler mais »

Ver todas »