Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas do Leitor

05 de Setembro, 2013
Francisco Moreno - Luanda
Fracasso dos Palancas -
Antes de mais as minhas saudações ao colectivo de trabalhadores do JD. Escrevo para demonstrar a minha insatisfação com o percurso dos Palancas Negras, desde que Gustavo Ferrín assumiu o cargo de treinador. Passámos ao lado de todas as provas. Fracasso no CAN, afastamento prematuro das eliminatórias ao mundial de 2014 e quando tudo se encaminhava para que estivéssemos na fase final do CHAN acabámos por sucumbir. Depois de um resultado animador em Maputo, não conseguimos alcançar o “passaporte” que nos levasse à Africa do Sul.
Na minha opinião, a FAF tem também as suas culpas por todos estes fracassos. Na minha opinião não soube colocar Gustavo Ferrín no seu devido lugar. A forma como escalou o “onze” em Maputo fala por si. Não se compreende que coloque em campo jogadores que não participam em detrimento de outros que são titulares nas suas equipas. O afastamento do CHAN começou em Maputo. Fala-se que Gustavo Ferrín será despedido e que fará o seu último jogo à frente dos Palancas no sábado. Já não era sem tempo.


Fernandes Euclides - Luanda
Renovação no andebol -
Apesar de os resultados obtidos pela nossa selecção feminina de andebol nos jogos que realizou no Torneio das Quatro Nações, na Coreia do Sul, e no Brasil, com a selecção local, não terem correspondido em pleno aos nossos anseios, penso que, por outro lado, foi uma grande oportunidade para a equipa técnica testar as novas atletas para reforçar a equipa nacional. Tive a oportunidade de ler a entrevista que deu a este jornal após estas duas experiências e o balanço feito pelo seleccionador Vivaldo Eduardo foi positivo.

César Fonseca - Lobito
O mundial e a imprensa -
Acompanho a cobertura que os meios de comunicação social fazem sobre o Campeonato do Mundo de Hóquei em Patins que o país organiza em Setembro este ano e confesso que estou satisfeito pelo empenho demonstrado pelos jornalistas. De facto, um acontecimento como este merece toda a cobertura dos meios de comunicação social.
Pela primeira vez, a prova realiza-se no continente africano e Angola tem o privilégio de albergar a competição. Acho que, para o êxito que se pretende, o esforço deve ser de todos nós. Os pavilhões estão na fase conclusiva, a Polícia Nacional trabalha para a garantir as melhores condições de segurança para todos, os hotéis estão em prontidão, as estradas e os aeroportos também recebem alguns retoques.

Últimas Opinies

  • 22 de Agosto, 2019

    O divrcio anunciado

    Não faz ainda muito tempo do anúncio do divórcio, entre o órgão reitor do futebol nacional e o então seleccionador nacional de honras, o sérvio Srdjan Vasiljevic, que ontem deixou o país.

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Corrigir o mal no futebol (I)

    A semana passada terminei o artigo com a seguinte sentença: “(…) é importante mudar de estratégia

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Mais um falso arranque do Interclube

    Para o desalento dos prosélitos do futebol sénior masculino, as cortinas do Girabola Zap, versão 2019/20, foram descerradas com máculas na jornada inaugural que, mais uma vez, põem em causa a capacidade organizativa da Federação Angolana de Futebol (FAF), que parece apostada numa competição em que é premiada a instituição que mais erros comete ao longo do “consulado”.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O pas dos amigalhaos

    Foi recentemente anunciada a rescisão contratual do treinador Srdjan Vasilevic com a Federação Angolana de Futebol.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

Ver todas »