Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas do leitor

04 de Outubro, 2013
Mário Matoso - Luanda
Campeãs de basquetebol

As minhas saudações aos trabalhadores do “Jornal dos Desportos”. Escrevo para este espaço dos leitores para manifestar a minha satisfação pela vitória de Angola no Africano de basquetebol que decorreu em Maputo. Esse triunfo leva-me a crer que o nosso basquetebol feminino vai continuar a “dar cartas” durante muito tempo em África. Ao nível dos seniores, as angolanas continuam sem opositoras, embora os outros países tudo façam para roubar a hegemonia ao nosso seleccionado. Vencer o Africano significa que temos mais responsabilidades para o futuro e agora espero é que as nossas jogadoras juniores possam, também, erguer o troféu no campeonato que tem lugar no mesmo país. As nossas meninas merecem o nosso respeito, pois souberam, mais uma vez, dignificar o nome de Angola e honrar a Bandeira Nacional.

Firmino António - Luanda
Kabuscorp e o título

Desejo ao colectivo do “Jornal dos Desportos” sucessos na carreira profissional. Como adepto do Kabuscorp do Palanca, estou bastante feliz com o caminho que a nossa equipa está a tomar. Temos novos jogadores, entre os quais o goleador Meyong, que é um grande reforço para o nosso ataque, dado que a finalização sempre foi o grande problema. Penso que o investimento feito pela direcção do clube, dirigido pelo carismático Bento Kangamba, visa a luta pelo título. Depois das primeiras jornadas do Girabola, em que a equipa só obteve vitórias, estando a liderar isoladamente, só posso dizer que está de facto a corresponder à expectativa. O importante, a partir de agora, é saber gerir as emoções e os ganhos e ver se é possível manter este ritmo até ao fim do campeonato. Sei que na prova estão outras equipas com fortes ambições e que também fizeram investimentos, visando objectivos competitivos. Mas, neste troço da prova, o Kabuscorp acabou por mostrar que é, de facto, um verdadeiro e assumido candidato ao título.

António Mateus- Luanda
Futuro garantido

Estou entusiasmado com o trabalho que está a ser feito nas selecções de jovens de basquetebol e de andebol. Nestas duas disciplinas somos campeões africanos na categoria de juvenis, pelo que podemos augurar resultados mais satisfatórios, desde que haja continuidade e se mantenham as condições que os jovens beneficiaram para participar nas competições em que vão intervir no futuro. Alguém disse que o basquetebol e o andebol devem ser vistos como símbolos nacionais. Com o apoio incondicional do Estado, podemos sonhar com grandes conquistas, não somente em África mas no Mundo.

Últimas Opinies

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Petro escorregou Vasiljevic j era

    O grande Petro já  atemoriza os seus adeptos em poder continuar a fazer travessia no deserto neste seu “hibernar” sem título desde 2009: empatou mesmo depois de o presidente.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Penso, que não há  muitas alterações  em relação aos candidatos, o 1º de Agosto procura o Penta e o Petro luta para quebrar o jejum de 10 anos, sem conquistar o campeonato.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Girabola de todos

    Soltaram-se assobios, no último fim-de-semana. Voltou aos palcos nacionais, o futebol de primeira grandeza. Ou seja, o campeonato nacional da primeira divisão, o nosso Girabola.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O segundo pecado da FAF

    A direcção de Artur Almeida e Silva acaba de cometer o segundo pecado, na gestão dos destinos da Federação Angolana de Futebol(FAF). O primeiro, assenta na desorganização que já a caracteriza.

    Ler mais »

Ver todas »