Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas do leitor

09 de Janeiro, 2014
É nossa intenção preservar a terceira posição no quadro geral de medalhas. A cifra passada foi de 14 medalhas, distribuídas em quatro de ouro, uma de prata e nove de bronze. O terceiro posto foi assegurado pelas modalidades de judo, atletismo adaptado, andebol, futsal e taekwan-dó.
ANTÓNIO MONTEIRO, secretário-geral do COA


É bom que se diga que temos poucos técnicos formados nas áreas do treino e de gestão de futebol. Esta é uma das lacunas e causas da estagnação do nosso futebol. Não trabalhamos bem com os garotos. Há falta de campos relvados, onde o atleta possa treinar de manhã, à tarde ou à noite.
SANTANA JOSÉ, técnico da equipa juvenil do ASA


Não sei se é justo ou não que ganhe eu, Ribéry ou Messi. Tento fazer o meu trabalho como sempre, ajudar o Real Madrid com golos e boas exibições. Se ganhar eu, muito bem, se não, a vida continua e vou manter-me igual. Sempre fui às galas, por isso, não vejo por que não tenha de ir.
CRISTIANO RONALDO, jogador do Real Madrid


Eu aguento os assobios, não fiz nenhum gesto para nada, simplesmente quis ficar mais confortável. Se fosse outro a fazer aquilo, ninguém reparava, se for eu é logo assunto de capa nos jornais. A minha família estava no estádio e nunca fazia esse gesto com ela lá.
DI MARIA, jogador do Real Madrid


A PERGUNTA DO DIA
O que acha do investimento do Recreativo da Caála no mercado brasileiro, onde foi buscar o defesa central Carlos André?


Acho que é o objectivo da direcção do clube, em concordância com a equipa técnica. Portanto, esperemos que a única formação do Huambo no Girabola, possa atingir o objectivo e com isto, dar mais alegrias aos seus adeptos e sócios que muito têm apostado na reestruturação do Recreativo da Caála.
Aguião Manuel, empresário


A compra de jogadores estrangeiros cá no nosso país, é um facto com mais de duas décadas, pois como todos sabem o Girabola está à espreita, tem o arranque marcado para a segunda quinzena de Fevereiro e por este motivo há necessidade urgente de as equipas se reestruturar para melhor se classificar.
Lúis Cunha, empresário


Apesar de não ter a certeza se o mercado de transferências contínua em aberto, uma vez que a época futebolística está prestes a começar, penso que a compra do defesa central brasileiro, Carlos André veio em boa hora, ou melhor, espero que a equipa tenha o plantel completo e preparado para as 30 jornadas
Jacquene Gonçalves, arquitecto

AVALIAÇÂO
ANTÓNIO MONTEIRO
Secretário geral do COA Positivo-
No desporto a ambição é uma marca que acompanha os homens. Por isso, o secretário-geral do Comité Olímpico Angolano, António Monteiro, está no direito de exigir à delegação angolana aos Jogos da Lusofonia uma prestação melhor em relação à última edição. Pois, quem vai com intenção de igualar a marca anterior arrisca-se ao fracasso.

ASA
Clube de Luanda Negativo-
Os escalões inferiores são chamados ‘viveiro’ dos seniores em qualquer clube e em qualquer disciplina. Ultrapassa os limites da compreensão saber que depois de ter sido uma das três melhores equipas a nível da província de Luanda, a equipa juvenil do ASA não vai ao campeonato nacional quando os seniores vão estagiar no estrangeiro.

Últimas Opinies

  • 22 de Agosto, 2019

    O divrcio anunciado

    Não faz ainda muito tempo do anúncio do divórcio, entre o órgão reitor do futebol nacional e o então seleccionador nacional de honras, o sérvio Srdjan Vasiljevic, que ontem deixou o país.

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Corrigir o mal no futebol (I)

    A semana passada terminei o artigo com a seguinte sentença: “(…) é importante mudar de estratégia

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Mais um falso arranque do Interclube

    Para o desalento dos prosélitos do futebol sénior masculino, as cortinas do Girabola Zap, versão 2019/20, foram descerradas com máculas na jornada inaugural que, mais uma vez, põem em causa a capacidade organizativa da Federação Angolana de Futebol (FAF), que parece apostada numa competição em que é premiada a instituição que mais erros comete ao longo do “consulado”.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O pas dos amigalhaos

    Foi recentemente anunciada a rescisão contratual do treinador Srdjan Vasilevic com a Federação Angolana de Futebol.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

Ver todas »