Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas do leitor

24 de Agosto, 2013
Zeca Graça-Luanda
Kabuscorp em grande plano
= Sou adepto do FC Kabuscorp do Palanca e sinto-me muito orgulhoso da minha equipa por estar a justificar o investimento feito pela direcção. É opinião quase unânime que o Kabuscorp está a fazer uma excelente temporada no campeonato nacional, não apenas por ser líder isolado, mas também por estar em termos competitivos a demonstrar a sua capacidade com resultados convincentes. A luta agora é ser campeão sem derrota. Mas o importante para todos os adeptos é que a equipa continue em cima. Esperamos agora que a equipa saiba gerir a vantagem que leva sobre o segundo classificado. A postura do Kabuscorp tem um significado especial, porque representa igualmente o fim da hegemonia de algumas equipas, já catalogadas como crónicos candidatos. Outro aspecto que considero fundamental é a revelação de dirigentes desportivos de altíssima qualidade. Todos sabemos que o maior problema do desporto angolano é a falta de dirigentes à altura das necessidades. Temos um dirigismo desportivo mal servido. No nosso clube os dirigentes são de primeira categoria. É por eles que começa o êxito. Sem bons gestores ninguém consegue grandes vitórias nos estádios e pavilhões desportivos. No Palanca temos bons dirigentes.

Maurício Jacinto-Luanda
Palancas e o CHAN”2014
= Saudações ao colectivo do Jornal dos Desportos. Escrevo para esse espaço dos leitores para debitar a minha opinião acerca dos nossos Palancas Negras que amanhã têm mais um confronto de cariz internacional. Acredito plenamente que a Selecção Nacional pode conseguir um bom resultado frente à Moçambique em jogo de corrida para a fase final do CHAN. Sem querer tirar valor ao conjunto adversário que também deve ter os seus pontos fortes, para além de jogar em casa, acho que os angolanos têm de ser uma formação bastante forte e não podem facilitar. Nós, adeptos, queremos sempre vitórias, e um resultado que facilite a missão na segunda-mão em Luanda.

Henrique Dias-Luanda
Mundial de hóquei e os ganhos=
O Campeonato do Mundo de Hóquei em Patins, a disputar-se em Setembro próximo,nas cidades de Luanda e Namibe, vai trazer vários benefícios directos e indirectos para o país e em particular para as Províncias-sede do Mundial. Três novos pavilhões modernos foram erguidos nas províncias de Luanda, Namibe e Malange, os dois primeiros vão acolher os jogos do Campeonato e o último o Torneio Internacional “Taça Zé Du”.

Últimas Opinies

  • 22 de Agosto, 2019

    O divrcio anunciado

    Não faz ainda muito tempo do anúncio do divórcio, entre o órgão reitor do futebol nacional e o então seleccionador nacional de honras, o sérvio Srdjan Vasiljevic, que ontem deixou o país.

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Corrigir o mal no futebol (I)

    A semana passada terminei o artigo com a seguinte sentença: “(…) é importante mudar de estratégia

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Mais um falso arranque do Interclube

    Para o desalento dos prosélitos do futebol sénior masculino, as cortinas do Girabola Zap, versão 2019/20, foram descerradas com máculas na jornada inaugural que, mais uma vez, põem em causa a capacidade organizativa da Federação Angolana de Futebol (FAF), que parece apostada numa competição em que é premiada a instituição que mais erros comete ao longo do “consulado”.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O pas dos amigalhaos

    Foi recentemente anunciada a rescisão contratual do treinador Srdjan Vasilevic com a Federação Angolana de Futebol.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

Ver todas »