Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas dos Leitores

09 de Outubro, 2015
O andebol feminino é sempre um desafio novo, porque tem características diferentes do andebol masculino. Quando trocamos, somos vítimas de uma espécie de choque, mas depressa adaptamo-nos. Neste momento já me sinto adaptado novamente ao treino do andebol feminino."
Edgar Neto, técnico-adjunto do Petro de Luanda

Vamos jogar frente uma equipa que investiu muito para esta prova, mas nesta fase final passa por sérias dificuldades do ponto de vista emocional. Está a um ponto de conquistar o seu quarto título, o que aumenta a pressão do grupo e deixa os atletas do Libolo com uma certa tensão.”
Ekrem Asma, técnico da Académica do Lobito

A Federação poderá ajudar aquelas equipas que menos recursos tiverem e que possuem bons atletas para a competição, mas o certo é que os bilhetes serão pago pelas equipas. Penso que devem também contribuir com o pouco que conseguirem, por isso deverão pagar as suas deslocações.”
Auxílio Jacob, presidente da FAG

(...) Sairei a 26 de Fevereiro. Depois terá terminado. Mas não acontecerá nem um dia antes. Vou lutar até este dia. Estou convencido de que no mal aparecerá a luz e que o bem vai prevalecer.”
Joseph Blatter, presidente da FIFA


A PERGUNTA DO DIA
A propostas recebidas pelo treinador Roberto do Carmo "Robertinho" podem perigar a sua continuidade no ASA?


Penso que o técnico para receber algumas propostas antes do término do campeonato é porque mostrou algum trabalho. O ASA devia manter o treinador para na sequência do trabalho realizado projectar uma melhor classificação na próxima época. A negociação é o melhor caminho para ambas as partes. Félix Tomás, estudante

Por esta altura do ano, fase em que o campeonato está prestes a terminar, é normal no nosso país ouvirmos notícias do género quer relacionado com a saída de técnico e jogadores, quer com a entrada destes. Caso para se dizer, a direcção do ASA precisa reunir com o técnico brasileiro e chegarem a um acordo antes que seja tarde. Cândido Vimbembe, gestor de marketing

Apesar do treinador Robertinho não ter conseguido levar a equipa da rua 21 de Janeiro a ficar entre as sete melhores do Girabola, mesmo assim, o treinador manifestou interesse em continuar a desenvolver o seu plano de trabalho na próxima época. Portanto, o técnico só vai aceitar outras propostas se o ASA já não o quiser. Joaquim Manuel, relações públicas


AVALIAÇÃO JD


Bravos do Maquis
Equipa de Futebol=Positivo

A equipa do Bravos do Maquis está na zona de despromoção à entrada da última jornada do Girabola mas na Taça de Angola mostrou que é um verdadeiro tomba-gigantes. Após ter eliminado o Libolo em Calulo, a formação maquisarde afastou o Petro de Luanda da final e deste modo disputa o troféu com o Sagrada Esperança.


VESSELIN VESKO
Treinador do Interclube=Negativo

O sonho do Interclube voltar a erguer o troféu da Taça de Angola e salvar a presente época futebolística esfumou-se com a derrota diante do Sagrada Esperança nas meias-finais da segunda competição do país. Com uma posição já definida na classificação do Girabola, aos polícias resta agora começar a preparar a nova temporada.

Últimas Opinies

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Petro escorregou Vasiljevic j era

    O grande Petro já  atemoriza os seus adeptos em poder continuar a fazer travessia no deserto neste seu “hibernar” sem título desde 2009: empatou mesmo depois de o presidente.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Penso, que não há  muitas alterações  em relação aos candidatos, o 1º de Agosto procura o Penta e o Petro luta para quebrar o jejum de 10 anos, sem conquistar o campeonato.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Girabola de todos

    Soltaram-se assobios, no último fim-de-semana. Voltou aos palcos nacionais, o futebol de primeira grandeza. Ou seja, o campeonato nacional da primeira divisão, o nosso Girabola.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O segundo pecado da FAF

    A direcção de Artur Almeida e Silva acaba de cometer o segundo pecado, na gestão dos destinos da Federação Angolana de Futebol(FAF). O primeiro, assenta na desorganização que já a caracteriza.

    Ler mais »

Ver todas »