Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas dos Leitores

02 de Janeiro, 2016
“O elevado grau de desportivismo e patriotismo por eles apresentados, deixam qualquer um alegre, porque as notícias que nós trouxemos não eram muito boas. Estamos perante sérios cortes orçamentais e ainda assim, os jogadores estão dispostos a trabalhar e fazer uma boa prestação no Egipto”.
Pedro Godinho , presidente da Federação Angolana de Andebol

“Não pensamos mais, além da manutenção. Esse é um problema cultural dos portugueses: iniciarem projectos sem terminarem o projecto anterior. Não podemos pensar noutra coisa, que não seja a manutenção, para não correr o risco de não conseguir nem uma nem outra”.
Lito Vidigal , treinador do Arouca

“Todo o mundo pode pensar o que quiser. Vou para a cama todos os dias de consciência tranquila e durmo bem. Não podemos viver obcecados com o que os outros pensam de nós. Se assim for, não vivemos. Nem sequer Deus agradou a todos”.
Cristiano Ronaldo , internacional português do Real Madrid

“O Sporting, enquanto clube e instituição centenária, merece-me todo o respeito e gostava que não ficasse nenhuma dúvida em relação a isso. Mas é verdade, que o Sporting terá de responder pelos actos do seu actual presidente, pelas acusações repetidas que puseram em causa o bom nome e a reputação do Benfica”.
Luís Filipe Vieira , presidente do Sport Lisboa e Benfica

A PERGUNTA DO DIA
As estruturas da Federação Angolana de Basquetebol, devem levar em conta, os alertas do antigo secretário -geral da instituição Bi Figueiredo?

Bi Figueiredo é um homem do basquetebol e sabe perfeitamente aquilo que diz. Como um dos conhecedores da modalidade no nosso país, defende entre outras medidas a formação de quadros, facto que apoio totalmente. Valter Bondo , estudante

O comportamento social da nova geração, é um dos pontos preocupantes deste dirigente desportivo, que diz que é "necessário chamarmos os jovens a uma convivência mais salutar, já que a sociedade está a tornar-se cada vez mais difícil de conviver". Ele sabe o que diz. Miguel Meno, estudante

Bi -Figueiredo abriu o livro e apontou algumas deficiências que enfermam o nosso basquetebol, bem como apontou algumas saídas, para a sua melhoria. Como homem do basquetebol, ele sabe o que é melhor para a modalidade, motivo pelo qual os seus alertas devem ser levados em consideração. António Luciano , ardina

Últimas Opinies

  • 18 de Julho, 2019

    Final interessante

    Um mês depois de fortes emoções vividas nos estádios e em outros espaços fora e longe dos centros de disputa,  vamos ter,  finalmente,  amanhã dia 19, o cair do pano da XXXII edição do Campeonato Africano das Nações de futebol, organizado pelo Egipto.

    Ler mais »

  • 18 de Julho, 2019

    A dvida de Akw

    O dia 8 de Outubro de 2005, ficará para sempre gravado na história do desporto angolano e do futebol em particular.

    Ler mais »

  • 18 de Julho, 2019

    Assim no est nada bom

    Depois da decepção que foi a participação dos Palancas Negras no Campeonato Africano das Nações, que ainda decorre no Egipto, com encerramento previsto para amanhã, 19 de Julho, pensei que a paz voltaria, quanto antes, a reinar no “quintal” do futebol doméstico, de si já prenhe de problemas.

    Ler mais »

  • 15 de Julho, 2019

    Uma seleco coxa sem craques de elite

    A qualidade  dos jogos dados a ver pelos Palancas Negras no CAN do Egipto, mostrou, mais uma vez, que não temos um estilo que nos identifica em termos de estilo.

    Ler mais »

  • 15 de Julho, 2019

    O real papel do gestor desportivo

    As funções de um gestor desportivo não são mais do que as funções de um gestor de empresas, adaptadas e ajustadas às particularidades de um clube ou federação desportiva.

    Ler mais »

Ver todas »