Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas dos Leitores

16 de Julho, 2016
Estamos cientes, que vamos participar, com a delegação mais reduzida de todos tempos. Existe uma razão para tal, estamos num período de contenção financeira que não permite contrair despesas, para além da nossa disponibilidade
GONÇALVES MUANDUMBA , ministro da Juventude e Desportos

A relação entre as duas partes é histórica, reforça o apoio que a Ensa dá, à cultura e ao desporto. Somos a seguradora oficial do Comité Olímpico Angolano, há mais de duas décadas , uma relação de grande relevância e com resultados altamente meritórios para todos.
MANUEL GONÇALVES , PCA da ENSA

A não qualificação aos jogos olímpicos, quer sempre dizer, que não foi uma participação positiva. Infelizmente, mais uma vez não conseguimos o apuramento, o que não é bom, mas existe uma coisa boa. A nossa selecção está a ser renovada, portanto, existem jovens com talento e sobretudo, com uma altura acima da média
JOAQUIM GOMES "KIKAS", jogador de basquetebol

Estar em Jogos Olímpicos, é algo sempre especial para um atleta, e todo mundo quando aí chega, tem de dar o melhor. Para mim, vai ser diferente, pelo facto de ser no Brasil, um país irmão que fala a mesma língua que nós.
NEIDE BARBOSA, guarda-redes da selecção feminina de andebol


A PERGUNTA DO DIA
A vinda de estrelas da NBA ao nosso país, para a realização de uma partida com antigas estrelas nacionais, pode contribuir para a elevação do prestígio do basquetebol nacional, e o desporto, em geral?


É importante, que eventos desta natureza se realizem no nosso país, porque, como todos sabemos, o basquetebol é das modalidades que mais títulos trouxe a Angola, e neste momento, regista-se um declínio no seu potencial, a presença de grandes nomes pode despertar nos jovens a necessidade de trabalho de base, para voltarmos a praticar basquetebol de alto nível. Hamilton da Conceição Perdão, estudante

Se, por um lado esta iniciativa, permite aliviar o sofrimento das vítimas de calamidades naturais, por outro, pode ser vista como promoção ao desenvolvimento do nosso basquetebol. Com a vinda desses atletas, muitos jornalistas estrangeiros vêm fazer cobertura do evento, e atrair audiência do mundo inteiro. Assim, estaremos a unir o útil ao agradável, na senda do prestígio do desporto nacional. Leonor Lopes, universitária e andebolista

Claro que sim. E, devemos felicitar os mentores da iniciativa, a vinda de estrelas do basquetebol serve de incentivo, no seio das camadas jovens. É certo que este acto, também contribui para mitigar o sofrimento de várias famílias, que se encontram numa situação de penúria. Contudo, não paremos nessa iniciativa, outros esforços devem ser adicionados para que voltemos a ter o melhor basquetebol. Figueira João Quinjila , técnico de óptica

Últimas Opinies

  • 23 de Março, 2019

    Agora que venha o CAN do Egipto!

    Que venha agora o CAN do Egipto! Sim, que  venha o Campeonato Africano das Nações porque a fase de qualificação ficou já para atrás. 

    Ler mais »

  • 23 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Estou aqui para trabalhar. É uma realidade nova para mim. Nunca estive em África.

    Ler mais »

  • 23 de Março, 2019

    Angola est no Egipto

    O país acordou, hoje, na ressaca da explosão festiva resultante da qualificação da selecção nacional de futebol, ao Campeonato Africano das Nações, a disputar-se em Junho e Julho, no Egipto.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Amanh um "tudo ou nada

    Amanhã é uma espécie de Dia D, para nós, e tal fica a dever-se aos ‘’Palancas Negras’’

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Um regresso depois de quase dez anos

    Volvidos quase dez anos, volto a assumir uma missão como enviado especial do Jornal dos Desportos, título para o qual escrevo desde o ano de 1997, e que nesse momento assumo o cargo de editor, depois de já ter sido sub-editor e correspondente provincial.

    Ler mais »

Ver todas »