Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas de Leitores

22 de Agosto, 2015
Não sei se exactamente no Sagrada Esperança se observa a cultura da realização de reuniões regulares antes e depois de um determinado jogo para a avaliação e perspectivação postura da equipa, aliada a determinados problemas pontuais dos atletas que precisam de ser solucionados” .
Zeca Rosa, antigo dirigente do Sagrada Esperança.

A meta para este jogo é tentar distanciar-se ainda mais de quem nos persegue. Queremos estar em posição confortável para nos mantermos focados no grande objectivo, o de não deixar fugir o Libolo”.
Osório, médio do Benfica de Luanda.

Estamos a ser prejudicados pelos árbitros, aliás, desde o início da segunda volta que a arbitragem sempre esteve contra o Sporting de Cabinda. Por exemplo, no jogo com o Recreativo da Caála, o árbitro não assinalou um penálti a nosso favor”
Luaduso Medart, treinador do Sporting de Cabinda.

O Sagrada tem uma boa equipa e acho que a classificação não condiz com a qualidade de futebol que eles praticam. Acho que vamos ter dificuldades, mas como sempre entramos em campo para ganhar”.
Jumisse, médio do 1º de Agosto.


A PERGUNTA DO DIA
O Petro de Luanda vence esta tarde o Recreativo do Libolo no jogo de cartaz da 23ª jornada do Girabola?


Apesar do empate consentido na província do Huambo, diante do Recreativo da Caála, somos apologistas que o Petro vai sair do estádio 11 de Novembro de cabeça erguida. E para confirmarmos a nossa festa, convido a todos a assistirem o desafio de cartaz da 23ª jornada do Girabola. Ivany Alberto, adepto petrolífero.

Aprendemos que em futebol, cada jogo tem a sua realidade. Quero com isto dizer que não importa o resultado passado, apenas temos de pensar no adversário em causa, no jogo de hoje. Por este motivo tenho a dizer que vamos vencer os libolenses. Calenga Adão, adepto petrolífero.

A diferença pontual entre as duas equipas, Petro de Luanda (sétima posição) e Recreativo do Libolo (primeiro classificado na tabela de pontos), leva-me a acreditarmos na vitória da turma de Calulo. Apesar disso, vou acompanhar ao jogo para confirmar o vencedor da partida. Jaime Gaspar, funcionário público.


AVALIAÇÃO JD

PEPINO
Antigo ciclista - Positivo
O mais velho Pepino continua a ser uma boa referência quando se fala do desporto em Angola. Aos 92 anos, o veterano ciclista desvenda os segredos da sua longevidade aos mais novos e este ano volta a ser homenageado com um Grande Prémio de Ciclismo em Benguela, entre outras actividades na comemoração de mais um aniversário, no dia 24 de Outubro.


MONCHO LÓPEZ
Seleccionador Nacional - Negativo

Mesmo tendo vencido Moçambique por uma margem de 12 pontos na abertura do grupo B do Afrobasket da Tunísia, a exibição de Angola deixou muito a desejar em quase toda a partida, o que foi motivo para certa apreensão no seio dos amantes que acompanham a prova. O próprio treinador Moncho López reconheceu o começo sofrível da equipa.



Últimas Opinies

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Petro escorregou Vasiljevic j era

    O grande Petro já  atemoriza os seus adeptos em poder continuar a fazer travessia no deserto neste seu “hibernar” sem título desde 2009: empatou mesmo depois de o presidente.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Penso, que não há  muitas alterações  em relação aos candidatos, o 1º de Agosto procura o Penta e o Petro luta para quebrar o jejum de 10 anos, sem conquistar o campeonato.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Girabola de todos

    Soltaram-se assobios, no último fim-de-semana. Voltou aos palcos nacionais, o futebol de primeira grandeza. Ou seja, o campeonato nacional da primeira divisão, o nosso Girabola.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O segundo pecado da FAF

    A direcção de Artur Almeida e Silva acaba de cometer o segundo pecado, na gestão dos destinos da Federação Angolana de Futebol(FAF). O primeiro, assenta na desorganização que já a caracteriza.

    Ler mais »

Ver todas »