Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas de Leitores

12 de Setembro, 2015
A conversa é aquela que quando temos um jogo ao longo da semana, para procurarmos anular os pontos fortes do adversário, principalmente nós como defesas e os avançados explorarem os pontos fracos. Temos encarado este jogo com normalidade”.
Dany Massunguna, capitão do 1º de Agosto.

Nesta fase crucial da prova, quanto mais jogos fizermos melhor será para a equipa, uma vez que o nosso maior objectivo é a consolidação dos nossos processos de jogo, tendo em conta as tarefas que temos pela frente.
Albano César, técnico do Progresso.

Apesar de termos uma deslocação difícil, ao recinto do Sagrada Esperança, no fim-de-semana, estamos a trabalhar para que possamos conquistar os três pontos. Sabemos que o jogo não vai ser fácil, mas tudo vamos fazer para sair de lá com pontos na bagagem”.
“Joãozinho”, médio do Desportivo da Huíla.

Em relação à extensão de contrato, da última vez que nos encontramos disse que o clube me fez uma oferta no final da época passada. Eu não aceitei e no final da época sairei do clube. De qualquer forma, vamos continuar a trabalhar arduamente”.
Villas-Boas, técnico do Zenit de São Petersburgo.

A PERGUNTA DO DIA
O Petro de Luanda tem força mental para vencer logo mais, no 11 de Novembro, o 1º de Agosto, no jogo de cartaz da 25ª jornada?

A formação com mais títulos no país, o Petro de Luanda, na presente época tem cometido muitos erros e a mais recente foi a derrota, diante da Académica do Lobito. Esta estatística leva-nos a duvidar da vitória diante do 1º de Agosto. Noé António, relações públicas.

A derrota e o empate, para qualquer dos lados, são resultados que podem acontecer no final dos noventa minutos, por tratar-se de dois colossos da história do nosso futebol. Portanto, vamos esperar os noventa minutos para constatarmos o resultado final.Inês Moisés, comerciante.

Os petrolíferos, apesar de viverem um momento conturbado devido aos resultados menos abonatórios, daí a sétima posição da tabela classificativa, precisam mudar o quadro de resultados. E uma vitória, logo mais, diante do seu principal rival seria bem vinda. Silva Albino, motoqueiro.


AVALIAÇÃO JD

ERNESTO MUANGALA
Governador da Lunda - Norte - Positivo

O Sagrada Esperança está mais aliviado, depois do apoio prometido pelo governador provincial da Lunda Norte. Ernesto Muangala prometeu tudo fazer para aliviar os problemas financeiros que o clube vive, depois da reunião que manteve com a direcção da Endiama. Um exemplo a seguir, diga-se.

CARLOS MAKIESSE
Karateca angolano - Negativo

O katareca angolano foi desqualificado do torneio de karaté dos jogos africanos, por os juízes considerarem ter usado um golpe à margem das leis, no combate destinado à fase de repescagem para a disputa da medalha de bronze da competição. Um erro com repercussão negativa.

Últimas Opinies

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Petro escorregou Vasiljevic j era

    O grande Petro já  atemoriza os seus adeptos em poder continuar a fazer travessia no deserto neste seu “hibernar” sem título desde 2009: empatou mesmo depois de o presidente.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Penso, que não há  muitas alterações  em relação aos candidatos, o 1º de Agosto procura o Penta e o Petro luta para quebrar o jejum de 10 anos, sem conquistar o campeonato.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Girabola de todos

    Soltaram-se assobios, no último fim-de-semana. Voltou aos palcos nacionais, o futebol de primeira grandeza. Ou seja, o campeonato nacional da primeira divisão, o nosso Girabola.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O segundo pecado da FAF

    A direcção de Artur Almeida e Silva acaba de cometer o segundo pecado, na gestão dos destinos da Federação Angolana de Futebol(FAF). O primeiro, assenta na desorganização que já a caracteriza.

    Ler mais »

Ver todas »