Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas de Leitores

24 de Setembro, 2015
O meu advogado está a tratar do processo e o treinador Zeca Amaral tem de pagar por aquilo que fez. Fiz a minha parte, ganhamos o jogo. Todas as pessoas que estiveram presentes no estádio tiveram a oportunidade de ver o que aconteceu. O futebol não é uma modalidade de luta e muito menos de agressão.
YAMBA ASHA, jogador do Recreativo da Caála.

Penso que temos feito um grande trabalho. Este grupo de jovens que temos no Real Sambila tem um objectivo e está apostado em cumprir. O importante é fazer um bom campeonato, porque queremos estar presentes na fase nacional da prova. Ainda faltam jornadas por disputar , pontos por conquistar.
BRUNO MALAMBA, treinador do Real Sambila.

Depois do que fiz este ano creio que poderia ter entrado pelo menos na selecção de 13 ciclistas . A mim o seleccionador Jamvier Minguez disse-me que pensando nos Jogos Olímpicos do Rio'2016 que a sua ideia era levar os ciclistas que estiveram na Volta a França. Nada mais.
MIKe L lANDA, ciclista espanhol.

Preparo-me para cada jogo como se fosse o último. Os Jogos Olímpicos do Rio podem ser a minha última participação com a selecção. Espero estar coma equipa e lutar por uma medalha. Considero-me um jogador importante, que teve a oportunidade de fazer coisas únicas.
PAU GASOL, basquetebolista espanhol.


A PERGUNTA DO DIA
Acredita que a equipa com mais títulos no Girabola, Petro de Luanda, pode na presente época descer de divisão em função da sua actual situação?

Os dados históricos do meu clube no campeonato principal de futebol da primeira divisão, levam-me a defender a permanência da no Girabola. Um caso diferente das equipas que se encontram com menos pontuação, como o Progresso do Sambizanga, Académica e ASA, bem como também o Sagrad,a Sporting, Maquis e Domant FC. O Petro de Luanda não pode nunca descer de divisão”. Luciano Songo, petrolífero.

No Girabola, e numa posição impensável no começo do campeonato, embora a direcção do clube tenha desde logo descartado a luta pelo título, o técnico Grasseli tem agora a missão de devolver a auto-estima aos jogadores para subirem mais degraus na classificação. Mas descer de divisão, isso é que não”. Noé Gabriel, comerciante.

Gostaria que a direcção, equipa técnica e o plantel soubessem dar mais valor ao emblema, de formas a inverterem o actual quadro. O Petro de Luanda está na verdade numa posição que pode inspirar alguns cuidados, mas tem plantel para permanecer entre a fina-flor, evitando o escândalo de uma eventual descida”.
Inês Moisés, comerciante.


AVALIAÇÃO JD

ALBERTO CARDEAU
Bravos do Maquis - Positivo

A formação do Bravos do Maquis protagonizou uma das surpresas dos quartos-de-final da Taça de Angola ao eliminar o Recreativo do Libolo, campeão do Girabola, em Calulo, após a marcação do pontapés de grande penalidade. O Maquis está numa situação aflitiva no campeonato e impede assim o Libolo de chegar ao troféu da Taça.

MILLER GOMES
Kabuscorp do Palanca - Negativo

Com o título do Girabola cada vez mais longe, o Kabuscorp do Palanca foi ontem eliminado da Taça de Angola, ao perder aos penáltis no terreno do Sagrada Esperança. A vitória na Taça de Angola podia servir para os palanquinos salvarem a época e participarem nas Afrotaças, o que desde já não vai acontecer.

Últimas Opinies

  • 23 de Março, 2019

    Agora que venha o CAN do Egipto!

    Que venha agora o CAN do Egipto! Sim, que  venha o Campeonato Africano das Nações porque a fase de qualificação ficou já para atrás. 

    Ler mais »

  • 23 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Estou aqui para trabalhar. É uma realidade nova para mim. Nunca estive em África.

    Ler mais »

  • 23 de Março, 2019

    Angola est no Egipto

    O país acordou, hoje, na ressaca da explosão festiva resultante da qualificação da selecção nacional de futebol, ao Campeonato Africano das Nações, a disputar-se em Junho e Julho, no Egipto.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Amanh um "tudo ou nada

    Amanhã é uma espécie de Dia D, para nós, e tal fica a dever-se aos ‘’Palancas Negras’’

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Um regresso depois de quase dez anos

    Volvidos quase dez anos, volto a assumir uma missão como enviado especial do Jornal dos Desportos, título para o qual escrevo desde o ano de 1997, e que nesse momento assumo o cargo de editor, depois de já ter sido sub-editor e correspondente provincial.

    Ler mais »

Ver todas »