Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas de Leitores

23 de Dezembro, 2015
Vamos procurar ter o mesmo sentido de luta e de sacrifício e estarmos de mãos dadas, técnicos, atletas e direcção, para lutarmos por um objectivo comum", referiu, para sustentar "toda a sociedade huilana é chamada a prestar igualmente o apoio para que consigamos atingir o objectivo que preconizamos.
Ivo Traça, treinador do Desportivo da Huíla.

Vamos conversar com os jogadores, para que possam começar a treinar, sem custos. Não é fácil motivar os atletas nestas condições, quando não há garantias de subsídio, que lhes permita satisfazer determinadas necessidades.
Pedro Godinho, presidente da Federação Angolana de Andebol.

O Nelson Mandela falava sobre a humanidade. E a humanidade precisa que os direitos humanos sejam respeitados. Digo isso, pois era o slogan do Mundial-2010. E digo isso porque hoje recebi a notícia da suspensão. Por que a media recebe esse tipo de notícia antes das pessoas envolvidas? Não sei. Sinto muito pelo futebol.
Joseph Blater, presidente demissionário da FIFA.

O meu destino já estava selado, antes da audiência em 18 de Dezembro, e o veredicto é um desejo patético de me eliminar do futebol. Em campo, como no exercício do meu mandato, o meu comportamento foi sempre irrepreensível agindo em paz com a minha consciência.
Michel Platini, presidente suspenso da UEFA.


A PERGUNTA DO DIA
Que atitude deve ter a direcção do 1º de Maio, para obter os apoios necessários, tendo em consideração o regresso do clube ao Girabola 2016?


A direcção do Estrela Clube 1º de Maio, na pessoa do seu presidente Wilson Faria, precisa de mudar o curso histórico do emblemático clube, no que toca à problemática financeira. Mobilizar a sociedade benguelense, em particular, é uma das formas. Porém, espero que consiga encontrar respostas concretas e urgentes. David Dourado, funcionário público.

A formação da província de Benguela, faz parte do número de emblemas desportivos credíveis, tanto no país como além fronteiras, que sempre souberam mostrar em campo o melhor do seu futebol. Desta feita, esperemos que o Governo local e os empresários da província e não só, consigam dar o apoio que o clube precisa para que se mantenha na primeira divisão.Zenildo Bento, estudante.

A triste situação financeira, que o clube da Rua Domingos do Ó enfrenta sempre que atinja o escalão máximo do futebol profissional, assemelha-se a muitos outros clubes do nosso país. É caso para se dizer, que é necessário que os gestores desportivos saibam encontrar mecanismos de investimentos para rentabilizar o que têm, como cinemas, por exemplo. Pedro Marcos, estudante

Últimas Opinies

  • 24 de Agosto, 2019

    O amiguismo na resciso

    O assunto de momento no nosso futebol, convenhamos, é sem dúvidas o desenlace entre a Federação Angolana de Futebol (FAF) e o técnico Srdjan Vasiljevic, em face de algumas situações que vinham acontecendo e que originou que se estalasse o verniz.

    Ler mais »

  • 24 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Os jogadores aguardaram isso dos dirigentes, para que a motivação crescesse

    Ler mais »

  • 24 de Agosto, 2019

    O sonho dos grupos

    Após as vitórias extramuros nas deslocações à Tanzânia e ao Lesotho, o 1º de Agosto e Petro têm, neste fim-de-semana, a oportunidade soberana de confirmarem a qualificação para última eliminatória de acesso a fase de grupos da Liga dos Campeões Africanos.

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Viemos a público para responder ou esclarecer o que aconteceu.

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    O divrcio anunciado

    Não faz ainda muito tempo do anúncio do divórcio, entre o órgão reitor do futebol nacional e o então seleccionador nacional de honras, o sérvio Srdjan Vasiljevic, que ontem deixou o país.

    Ler mais »

Ver todas »