Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas de Leitores

02 de Março, 2016
Estou aqui para ajudar a nossa selecção nacional de Sub-20 a fazer o melhor possível , por tratar-se de um trabalho de continuidade que já vem desde os Sub-17. Estamos aqui agora para ajudar os jogadores na transição para as selecções AA. Quando fui convidado, a FAF pediu-me dedicação e empenho.
SAMY MATIAS , seleccionador de futebol em Sub-20.

Achamos bem aproveitar o professor Samy Matias naquilo que podemos, sem nunca pôr em causa de que trabalha no clube a que está vinculado (Interclube), mas naquilo que for preciso tirarmos dele podemos tirar. Na questão de treinar a FAF há muito tempo, também vem gizando a questão de nunca deixar os miúdos parados.
RAUL CHIPENDA ,vice -presidente da FAF.

O novo sistema de classificação não vai acontecer, porque não conseguimos fazer tudo a tempo. Vai começar no início deste ano, mas não vamos conseguir ter software pronto à tempo, então as mudanças na classificação vão acontecer provavelmente em Espanha. Na Austrália será a classificação antiga.
BERNIE ECCLESTONE , patrão da Fórmula 1.

Espero que a equipa possa disputar as provas com os carros que estão no topo, mas talvez a Red Bull possa colocar-se à frente. Por isso, ainda não temos a ideia de qual vai ser a equipa com que vamos lutar na maioria das corridas. A Mercedes é um carro competitivo muito rápido e consistente.
FELIPE MASSA , piloto da Williams.


A PERGUNTA DO DIA
Que desempenho pode esperar-se hoje do campeão nacional, em casa, no jogo com o Kabuscorp do Palanca para a conclusão da segunda jornada do Girabola.

O respeito e o amor ao próximo são factores fundamentais para convivermos na adversidade, penso que esta realidade vive-se em todas as partidas futebolísticas, tendo em conta as opções dos clubes ou equipas que cada tem direito a escolher. Espero que os libolenses e palanquinos saibam conviver em campo.César Betatela , gestor de negócios.

Historicamente, as duas equipas nacionais conhecem-se bem devido aos muitos jogos já realizados, é pois motivo para se dizer que os exigentes adeptos das duas agremiações precisaram de levar em conta as recomendações da FAF, no que diz respeito à convivência sadia dentro e fora do Estádio.Maurício Dala , estudante.

A direcção do Recreativo do Libolo sob a orientação de Rui Campos trabalha com os responsáveis das claques de apoio da equipa, no sentido de ajudar o bom nome do futebol e também da província. Por outro lado, Bento Kangamba também procura fazer o mesmo, na sua equipa, o Kabuscorp. Adelino Felix , estudante.

Últimas Opinies

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Petro escorregou Vasiljevic j era

    O grande Petro já  atemoriza os seus adeptos em poder continuar a fazer travessia no deserto neste seu “hibernar” sem título desde 2009: empatou mesmo depois de o presidente.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Penso, que não há  muitas alterações  em relação aos candidatos, o 1º de Agosto procura o Penta e o Petro luta para quebrar o jejum de 10 anos, sem conquistar o campeonato.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Girabola de todos

    Soltaram-se assobios, no último fim-de-semana. Voltou aos palcos nacionais, o futebol de primeira grandeza. Ou seja, o campeonato nacional da primeira divisão, o nosso Girabola.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O segundo pecado da FAF

    A direcção de Artur Almeida e Silva acaba de cometer o segundo pecado, na gestão dos destinos da Federação Angolana de Futebol(FAF). O primeiro, assenta na desorganização que já a caracteriza.

    Ler mais »

Ver todas »