Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas de Leitores

28 de Março, 2016
A intenção da direcção do clube é proporcionar e aprimorar as qualidades do grupo de trabalho técnico e táctico para os jogos que temos em perspectivas. Encontramos um local aprazível com bastantes valências no concernente ao alojamento, campo de treinamento, piscina, alimentação e outras condições que nos podem permitir realizar um trabalho altura para os jogos que vamos encarar com maior impacto e dinâmica."
Manuel Dia s dos Santos , vice-presidente do Progresso Sambizanga.

Infelizmente, depois de nove meses, conseguimos implementar este projecto em Angola. Agora resta a responsabilidade da implementação. (...) Felizmente, a província da Huíla deu o primeiro passo. Estão formados neste momento quatro dezenas de monitores (dos 480 necessários) e vamos fazer a entrega de certificados.
Carlos Rosa, presidente da FAA.

Não tenho medo de ninguém, apesar de algum desassossego que paira sobre mim, visto que os outros também vêm trabalhando, no sentido de ganharem lugar no plantel. Contudo, o grande segredo reside na forma como cada um de nós consegue encaixar na cabeça os ensinamentos do treinador.
Atanásio , médio ofensivo da selecção Sub-20.

Achei interessante ler que Charlie me criticou. Não estive na reunião em Barcelona, mas infelizmente não pude comparecer (...). Raramente algo é feito após fazermos observações nestas reuniões. Na maioria das vezes que compareci, Sebastian Vettel foi o único que pode falar. Não vejo razão para ir, posso ler o que aconteceu depois.
Lewis Hamilton, piloto da Mercedes.


A PERGUNTA DO DIA
Que avaliação faz do futebol apresentado pela Selecção Nacional de Futebol, durante o jogo no reduto com a congénere da RDC?


A Selecção de Honras durante os dois tempos de jogo procurou aproveitar as oportunidades que teve em campo. A avaliação deixa expectante quanto ao próximo jogo, que temos a obrigação de ganhar para continuar a manter vivo o sonho do CAN. Andrade Nguvulo, funcionário público.

A Selecção de todos nós, ao longo do jogo teve um rendimento técnico e táctico crescente, justificando o trabalho desenvolvido pela equipa técnica. Esperamos que o combinado nacional saiba humildemente melhorar a sua capacidade em campo, tendo em conta os compromissos do futuro. Tomasinho Kissanga , funcionário público.

Os Palancas Negras têm muito a dar no próximo jogo para não defraudar as expectativas. Temos alguns aspectos a melhorar ainda, é preciso criar maior entrosamento entre os atletas para uma maior harmonia entre todos os sectores da Selecção Nacional. É desta forma que avalio o rendimento do jogo passado com a RDC. Humberto de Carvalho, funcionário público

Últimas Opinies

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Petro escorregou Vasiljevic j era

    O grande Petro já  atemoriza os seus adeptos em poder continuar a fazer travessia no deserto neste seu “hibernar” sem título desde 2009: empatou mesmo depois de o presidente.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Penso, que não há  muitas alterações  em relação aos candidatos, o 1º de Agosto procura o Penta e o Petro luta para quebrar o jejum de 10 anos, sem conquistar o campeonato.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Girabola de todos

    Soltaram-se assobios, no último fim-de-semana. Voltou aos palcos nacionais, o futebol de primeira grandeza. Ou seja, o campeonato nacional da primeira divisão, o nosso Girabola.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O segundo pecado da FAF

    A direcção de Artur Almeida e Silva acaba de cometer o segundo pecado, na gestão dos destinos da Federação Angolana de Futebol(FAF). O primeiro, assenta na desorganização que já a caracteriza.

    Ler mais »

Ver todas »