Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas de Leitores

19 de Julho, 2016
Acho, que quem está mal no Desportivo da Huíla, é o Ivo Traça, que já não está a dar conta do recado. Então, vamos deixar também um outro técnico trabalhar, mudar alguma coisa para ver se a equipa sai desta situação, e evite o risco de ser despromovida para a segunda divisão.
Ivo traça , ex-treinador do Desportivo da Huíla.

Estamos à frente, merecemos estar nesta posição. O empate é normal, jogámos diante de uma grande equipa, criamos oportunidades, só que não foram bem aproveitadas. Penso, que o árbitro esteve pressionado e isso, não pode ser.
Filipe Nzanza, técnico adjunto do 1º de Agosto.

Estar nos Jogos Olímpicos, é sempre especial. O facto de ser no Brasil, não muda nada desportivamente, porque podemos defrontar o Brasil, mas vamos ter outras adversárias não falantes do português. O nosso objectivo é melhorar a classificação anterior.
Natália Bernardo, meia-distância da Selecção Nacional.

Arrisquei muito, nas primeiras voltas, mas foi fantástico colocar-me na liderança. Quando vi que estava à frente de novo, com 20s, tive voltas bem felizes. O momento crucial ocorreu com os pneus de chuva, quando vi a mínima possibilidade para mudar de pneus, troquei de moto, porque assim ficaria mais fácil.
Marc Marquez, piloto espanhol de moto GP.


A PERGUNTA DO DIA
O facto do Libolo estar agora a apenas três pontos do 1º de Agosto vai fazer com que os militares joguem mais pressionados os próximos jogos?

Creio que o facto de ter apenas diferença de três pontos em relação ao Recreativo do Libolo, que lhe segue com 36 pontos, isso vai obrigar o 1º de Agosto a trabalhar e mesmo a jogar com muito mais pressão, a fim de não colocar a perder tudo aquilo que já conseguiu até aqui. Briffel Vunge, estudante.

Acho que os militares não só vão jogar pressionados como já se sentem pressionados, porque o Libolo também vai jogar com todas as suas forças de modo a alcançar o adversário ou até tomar a liderança de assalto. Não nos esqueçamos que o Recreativo do Libolo é ainda o campeão em título e quer continuar a sonhar. Joaquim Moutinho, motorista.

Pelo que vi no jogo entre o Progresso e 1º de Agosto, devo dizer que os militares no domingo jogaram muito relaxados e caso continuem assim o Libolo vai dar a volta a sua posição na tabela classificativa. Agora, para que isto não aconteça têm que ter alguma pressão sim e o facto de o Libolo estar mais próximo vai obrigar-lhes a jogar muito mais. Silva Muzembe, estudante

Últimas Opinies

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Petro escorregou Vasiljevic j era

    O grande Petro já  atemoriza os seus adeptos em poder continuar a fazer travessia no deserto neste seu “hibernar” sem título desde 2009: empatou mesmo depois de o presidente.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Penso, que não há  muitas alterações  em relação aos candidatos, o 1º de Agosto procura o Penta e o Petro luta para quebrar o jejum de 10 anos, sem conquistar o campeonato.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Girabola de todos

    Soltaram-se assobios, no último fim-de-semana. Voltou aos palcos nacionais, o futebol de primeira grandeza. Ou seja, o campeonato nacional da primeira divisão, o nosso Girabola.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O segundo pecado da FAF

    A direcção de Artur Almeida e Silva acaba de cometer o segundo pecado, na gestão dos destinos da Federação Angolana de Futebol(FAF). O primeiro, assenta na desorganização que já a caracteriza.

    Ler mais »

Ver todas »