Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas do Leitor

23 de Março, 2014
Temos a responsabilidade de vencer os nossos jogos, mas sabemos que não vamos encontrar facilidades.”
Edouard Antranik , técnico do Kabuscorp

Uma vitória conseguida com esforço e difícil. Sabíamos que íamos jogar com este adversário, bicampeão do Girabola, com toda a sua estrutura. Creio que os meus jogadores, pelo que fizeram e pelo golo que acabaram por marcar, mereceram a vitória.”
Zeca Amaral, ,
técnico do Benfica de Luanda

A situação do nosso filiado preocupa a APF e a nós, enquanto homens do futebol. Viemos dar o nosso incentivo. Acreditamos que a situação vai ser ultrapassada tão depressa quanto possível, que a direcção e a equipa alcancem, então, a estabilidade.”
João Gonçalves,
presidente da APF da Huíla

São atletas com grandes potencialidades e devem ser dotadas de níveis técnicos com vista a disputa dos Jogos da CPLP e do torneio de apuramento para o campeonato Africano de Sub-18. Podemos formar um conjunto coeso para os desafios futuros.”
Apolinário Paquete,
técnico da selecção de Sub-16


A PERGUNTA DO DIA


O sorteio do mundial de basquetebol feminino ajuda o país a ter uma prestação aceitável, principalmente na primeira fase?

A Selecção Nacional tem, na sua série, a adversária mais temível no basquetebol mundial. Falo concretamente da campeã em título, os Estados Unidos. De certa forma, isso ajuda a melhorar a imagem das nossas campeãs africanas. Apenas isso.”
Lourenço Garcia-
funcionário público

O desporto, em particular o futebol, é feito de grandes feitos e muitos desaires. E as equipas devem aprender com os erros. O Kabuscorp foi eliminado da competição africana por uma grande equipa, é bom que se diga isso. O seu presidente fez investimentos que não devem ficar por aqui pois a equipa é candidata ao título.
Mário Chicharro -
funcionário público

Esperemos que a fase preparatória seja proveitosa e, com isso, honrem as cores da Bandeira Nacional na maior cimeira do basquetebol mundial. Em termos competitivos vai ser difícil ombrearmos de igual para igual com as demais selecções. São mais experientes.”
Pereira da Silva -
funcionário público


AVALIAÇÃO JD

ZECA AMARAL
Técnico do Benfica - Positivo -
Três vitórias e um empate. Este é o saldo do Benfica de Luanda nas primeiras quatro jornadas do Girabola. Performance que se traduz no melhor início de temporada de sempre dos encarnados da capital. É um dos líderes da prova. O regresso de Zeca Amaral contribui para este início brilhante da equipa.

ALBERTO BABO
Técnico do Interclube - Negativo -
A equipa da polícia averbou uma nova derrota no BAI BASKET. Desta vez, para não variar, diante do 1º de Agosto, em sua própria casa. Aliás, Alberto Babo ainda venceu um dos “grandes” nesta penúltima fase da prova. Isto demonstra que mudar por mudar nem sempre é a melhor solução.

Últimas Opinies

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Petro escorregou Vasiljevic j era

    O grande Petro já  atemoriza os seus adeptos em poder continuar a fazer travessia no deserto neste seu “hibernar” sem título desde 2009: empatou mesmo depois de o presidente.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Penso, que não há  muitas alterações  em relação aos candidatos, o 1º de Agosto procura o Penta e o Petro luta para quebrar o jejum de 10 anos, sem conquistar o campeonato.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Girabola de todos

    Soltaram-se assobios, no último fim-de-semana. Voltou aos palcos nacionais, o futebol de primeira grandeza. Ou seja, o campeonato nacional da primeira divisão, o nosso Girabola.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O segundo pecado da FAF

    A direcção de Artur Almeida e Silva acaba de cometer o segundo pecado, na gestão dos destinos da Federação Angolana de Futebol(FAF). O primeiro, assenta na desorganização que já a caracteriza.

    Ler mais »

Ver todas »