Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas do Leitor

05 de Abril, 2014
Nos campeonatos provinciais e noutras provas de âmbito local, podem deslocar-se de uma província para outra por via terrestre, excepto a Cabinda, devido à sua situação geográfica, devido à Paz” .
Domingos António, presidente do Domant FC

A associação de atletismo foi notificada pela direcção provincial da Juventude e Desportos para realizar uma prova de atletismo na distância de oito quilómetros alusiva ao Dia da Paz, a comemorar-se sexta-feira. E nós acedemos a esse convite”.
Augusto Diogo “Seco, coordenador do atletismo na Huíla

Hoje podemos dizer que a paz trouxe grandes benefícios ao país, em especial para o desporto. As equipas já conseguem ir para as províncias por terra e sem grande constrangimento. E por causa da Paz, hoje, já existem muitas infra-estruturas nas províncias”.
Sérgio Pedro, treinador de formação do ASA

Falta o segundo jogo. O AZ Alkmaar é uma equipa com qualidade e tecnicamente muito evoluída. Entrou muito forte no jogo e surpreendeu-nos nos primeiros 15 minutos, mas no intervalo conversámos algumas coisas e voltámos com o golo do Salvio”
Jorge Jesus, treinador do Benfica de Lisboa


A PERGUNTA DO DIA

O Recreativo do Libolo vence em casa o Bravos do Maquis, num dos desafios para a sexta jornada do Girabola?


O campeão do Girabola em 2011 e 2012, Recreativo do Libolo, é o actual vice líder com 13 pontos na tabela classificativa. Pelo campeonato que está a fazer, tudo indica que tem possibilidades de impor ordem em casa e com isso, somar os três pontos no desafio da sexta jornada do Girabola.
João Nsalambote - estudante

Espero que este jogo termine com um empate, independentemente do número de golos rubricados ou não. Os donos da casa, que estão em segundo atrás do líder na tabela de pontos na presente época, tudo vão fazer para vencer a partida, enquanto o seu adversário FC Bravos do Maquis, prepara forças para sair de Calulo com os três pontos na mão.
Mateus Kalumseviko - funcionário público

O favoritismo recai para os donos da casa, Recreativo do Libolo, na minha óptica, pois a única formação da província do Cuanza Sul no Girabola vem de uma vitória de 1-0 no Huambo, enquanto a equipa visitante do leste, 11 Bravos do Maquis, consentiu derrota mesmo em casa diante do “estreante” Sporting de Cabinda.
Fortunato Agostinho -
empregado conta própria


AVALIAÇÃO JD


CARLOS HENDRICK
Presidente do 1º de Agosto - Positivo -
O 1º de Agosto inaugurou ontem a primeira estrutura da sua academia de futebol, cuja conclusão está prevista para Agosto. A direcção de Carlos Hendrick começa assim a dar corpo ao projecto de formação de jovens jogadores, o que desde já constitui uma garantia para o futuro do seu futebol e para a lapidação de talentos no país.

SPORTING DE CABINDA
Clube do Girabola - Negativo -
O Sporting da província mais ao norte vive um período de graça em termos competitivos no Girabola e já é considerada equipa sensação no presente campeonato. No entanto, no capítulo financeiro as coisas não correm a contento, com dívidas ao técnico Albano César que remontam do ano passado. César já começou a cobrar.

Últimas Opinies

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Petro escorregou Vasiljevic j era

    O grande Petro já  atemoriza os seus adeptos em poder continuar a fazer travessia no deserto neste seu “hibernar” sem título desde 2009: empatou mesmo depois de o presidente.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Penso, que não há  muitas alterações  em relação aos candidatos, o 1º de Agosto procura o Penta e o Petro luta para quebrar o jejum de 10 anos, sem conquistar o campeonato.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Girabola de todos

    Soltaram-se assobios, no último fim-de-semana. Voltou aos palcos nacionais, o futebol de primeira grandeza. Ou seja, o campeonato nacional da primeira divisão, o nosso Girabola.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O segundo pecado da FAF

    A direcção de Artur Almeida e Silva acaba de cometer o segundo pecado, na gestão dos destinos da Federação Angolana de Futebol(FAF). O primeiro, assenta na desorganização que já a caracteriza.

    Ler mais »

Ver todas »