Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas do Leitor

30 de Abril, 2014
Estas são coisas que temos de ultrapassar por completo. Este tipo de situações acontecem em todo o lado. Como nós, atletas, nunca sabemos quando vão acontecer mudanças de treinadores, só temos de acreditar nas nossas capacidades”.
Kaly, capitão do 1º de Agosto

A vitória sobre o União do Uíge significa que iniciámos a reviravolta e que, a partir de agora, tudo vai ser diferente. Foi com imenso espírito de sacrifício e determinação que conseguimos virar o resultado a nosso favor. Tivemos de puxar dos galões”.
Pataca, médio do Desportivo da Huíla

Precisamos de um marcador nato. Um ponta de lança que consiga concretizar a maior parte das oportunidades que a minha equipa possa produzir ao longo dos jogos. Já apresentei essa preocupação à direcção e está no mercado à procura”.
Samy Matias, treinador do ASA

Em mundiais não temos grupos amigos, aliás, não esperávamos. A nossa equipa está num grupo que podemos dizer que não assusta, mas também não é amigo. O nosso objectivo é manter ou melhorar o lugar conseguido na edição anterior”.
Ilídio Cândido, vice-presidente da Faand

A PERGUNTA DO DIA
“Adversário experiente”. Concorda com a justificação do técnico do Petro, depois de ter sido afastado da fase de grupos da Taça da Confederação?


O nosso adversário explorou bem o contra-ataque e marcou dois golos, é uma equipa bastante experiente e aproveitou as oportunidades que teve” , disse Alexandre Grasseli, após o apito final da partida. Desculpa esfarrapada, porque de facto a culpa foi dele.
MC King, cantor


Reconhecer a potencialidade do adversário como foi o caso do treinador do Petro de Luanda, é uma atitude digna. Alías, é dessa maniera que precisamos de encarar a vida. Mas, temos de reconhecer que o Petro cometeu muitos erros que lhe foram fatais.
Miguel Alfredo, comerciante


O Petro foi eliminado pelo Coton Sport porque não foi eficaz. Não aproveitou as oportunidaddes de golo que criou, ao contrário da equipa camaronesa que mostrou mais eficácia. O Petro só pode queixar-se de si próprio. Enfim, são coisas do futebol. Talvez no próximo ano consiga algo melhor.
Tito Estêvão, comerciante

Avaliação JD

VAZ PINTO Técnico do Caála-Positivo=Não é todos os dias que uma equipa humilha um ex-campeão nacional e candidato assumido ao título. O Interclube foi massacrado pelo Caála que ganhou por expressivos 0-5. Um resultado que não estava nas previsões e que premeia a atitude da equipa de Vaz Pinto.

GRASSELI Técnico do Petro-Negativo=A exibição do Petro no domingo passado esteve muito aquém do esperado. A equipa petrolífera necessitava de vencer por apenas 1-0, depois da derrota por 1-2 verificada na primeira mão, mas o técnico dos petrolíferos não soube encontrar o antídoto para a equipa vencer e atingir a fase de grupos. Faltou-lhe ousadia e mais eficácia.

Últimas Opinies

  • 21 de Março, 2019

    Um regresso depois de quase dez anos

    Volvidos quase dez anos, volto a assumir uma missão como enviado especial do Jornal dos Desportos, título para o qual escrevo desde o ano de 1997, e que nesse momento assumo o cargo de editor, depois de já ter sido sub-editor e correspondente provincial.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    A eliminao do Petro e o tal patriotismo

    Terminada a participação Petro de Luanda, na Taça Nelson Mandela, é normal que por esta altura, esteja a ser feita uma profunda reflexão em torno da participação na referida competição africana, nos mais diversos aspectos que ela comporta, sem descorar, portanto, a (des) continuidade do técnico Beto Bianchi, que mais uma vez não conseguiu o troféu de uma competição em que esteve envolvido. 

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Palancas Negras de olhos no Egipto

    A Selecção Nacional de futebol honras, vulgo Palancas Negras, só depende de si para chegar à fase final do Campeonato Africano das Nações (CAN) de 2019, que vai ser disputado no Egipto.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Procuramos fazer tudo para vencer o jogo, mas não conseguimos, porque o adversário  (Recreativo do Libolo) foi competente e inteligente, assim como conseguiu aproveitar as nossas falhas defensivas e, em lances de bolas paradas, marcaram os dois golos.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Zebras para domar...

    A Selecção Nacional de futebol de honras, às ordens do sérvio Srdjan Vasiljevic, decide amanhã, em Franciston, Botswana, a qualificação para o Campeonato Africano das Nações (CAN), que o Egipto acolhe de 19 de Junho a 21 de Julho deste ano.

    Ler mais »

Ver todas »