Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas do leitor

05 de Maio, 2014
Penso que qualquer equipa que entra em campo é para ganhar, mas o que está a acontecer com a nossa é uma grande vergonha e isso ficou patente hoje (sábado), aqui na Cidadela. Na qualidade de treinador adjunto, penso que temos de tomar muitas decisões .

Filipe Nzanza, técnico adjunto do 1º de Agosto


É urgente que se construa no país um ginásio que possa ajudar as nossas selecções a manter o nível que atingiram. Temos gasto muito com deslocações a Portugal e com a própria estadia durante os estágios. É necessário mudar o quadro, para melhorar o desempenho dos atletas.


Auxílio Jacob , presidente da Federação da Ginástica


Angola precisava de uma galeria como esta. Nós não tínhamos nada disto e acaba por ser uma mais-valia. Estou orgulhoso e agradecido por ter o meu nome gravado nesta galeria. Acho que nunca vai ser um espaço fechado porque tudo o que se relaciona com o desporto pode ser encontrado aqui.


Tony Kikanga, campeão mundial da UBC


Os jogadores não são campeões sem um bom treinador. O treinador não ganha campeonatos sem o suporte da direcção e a direcção não garante títulos sem o apoio do Benfica. E o clube? O clube não é nada sem os sócios.


Luís Filipe Vieira, presidente do SL Benfica

A PERGUNTA DO DIA
O novo técnico do Interclube, Luís Borges, tem competência para elevar a equipa ao mais alto nível?

As estatísticas relativas ao trabalho do novo técnico do Interclube não são de agora, uma vez que José Luís Borges já orientou outras equipas do Girabola, como o 1º de Maio e o Santos FC. É caso para se dizer que o novo timoneiro da formação da Polícia tem, sim, competência para levar a equipa ao patamar que lhe é merecido no Campeonato Nacional da Primeira Divisão.

Miyurande Inácio, estudante


Apesar do fracasso de José Luís Borges quando da sua passagem pelo Santos FC, esperamos que consiga impor-se desta vez e que tenha aprendido com os erros do passado. Orientar uma equipa como a do Interclube exige muita competência e determinação, atributos que acredito ele tenha.

Celestino Chicapa, funcionário público


A direcção do Interclube, na pessoa do seu presidente, Alves Simões, soube confiar no técnico-adjunto José Luís Borges, e assim substituir Misard Omerhodzic. Nesta ordem de ideias e perante este novo desafio, resta ao timoneiro angolano dar respostas, para pôr a equipa da Polícia no rumo certo e manter a atenção no título.

Arcanjo Makendo, gestor

AVALIAÇÃO JD
PAULO MACEDO,
Técnico do 1º de Agosto Positivo- O campeão nacional começa finalmente a dar sinal de alguma consistência depois de muita intermitência. Apesar de partilhar a liderança com o Recreativo do Libolo, a equipa de Paulo Macedo mostra que tem condições para, no final da competição, revalidar o título.


VENÂNCIO DE MATOS
Árbitro de futebol Negativo- Com um trabalho bastante contestado e alguma influência no resultado, o árbitro Venâncio de Matos impediu que o União Sport do Uíge vencesse no sábado o jogo com o campeão nacional. A sua actuação provocou a fúria dos adeptos, o que obrigou à paragem da partida e uma excessiva compensação.


Últimas Opinies

  • 23 de Março, 2019

    Agora que venha o CAN do Egipto!

    Que venha agora o CAN do Egipto! Sim, que  venha o Campeonato Africano das Nações porque a fase de qualificação ficou já para atrás. 

    Ler mais »

  • 23 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Estou aqui para trabalhar. É uma realidade nova para mim. Nunca estive em África.

    Ler mais »

  • 23 de Março, 2019

    Angola est no Egipto

    O país acordou, hoje, na ressaca da explosão festiva resultante da qualificação da selecção nacional de futebol, ao Campeonato Africano das Nações, a disputar-se em Junho e Julho, no Egipto.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Amanh um "tudo ou nada

    Amanhã é uma espécie de Dia D, para nós, e tal fica a dever-se aos ‘’Palancas Negras’’

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Um regresso depois de quase dez anos

    Volvidos quase dez anos, volto a assumir uma missão como enviado especial do Jornal dos Desportos, título para o qual escrevo desde o ano de 1997, e que nesse momento assumo o cargo de editor, depois de já ter sido sub-editor e correspondente provincial.

    Ler mais »

Ver todas »