Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas do leitor

20 de Junho, 2014
Vamos defrontar um Petro forte e que vem de uma derrota, portanto tudo vai fazer para recuperar os pontos perdidos no jogo passado. Só isso, nos galvaniza na medida em que a responsabilidade cai sobre o adversário, que vai jogar sob pressão.
Agostinho Tramagal, técnico do 1º de Maio

Felizmente o Luciano chegou na quarta-feira ao Dundo. É mais um atleta que fazia parte do nosso grupo e vem neste momento reforçar e trazer soluções em termos ofensivos, para ajudar o Sagrada Esperança a alcançar os objectivos preconizados.
António Caldas, técnico do Sagrada Esperança

Primeiro, quero dizer que o factor físico, em função do apertado número de jogos, foi um obstáculo para a nossa equipa. O Petro esteve limitado em termos de concentração devido ao desgaste físico, mas soube aproveitar as oportunidades.
Alexandre Grasseli, técnico do Petro

Infelizmente, até hoje continuamos sem saber a data da vinda da Mafalda Barcelos. Neste momento, ela está a realizar provas. Se, eventualemnte, ela não estiver disponível para o Torneio de Maputo, vamos ter de chamar mais uma atleta para completar o grupo.
Elisa Pires, técnica-adjunta do "cinco" nacional


A PERGUNTA DO DIA
A visita do treinador principal do Benfica de Lisboa, pode projectar alguns atletas angolanos para a Europa?

Sim, o nosso país tem muitos bons jogadores e que precisam de aprender cada vez mais e com isso, darem respostas necessárias no que toca a oportunidade de compartilharem novas experiências. Tenho a certeza que Jorge Jesus pode ter uma melhor avaliação do potencial do nosso mercado. Haryovaldo Correia, funcionário público
Com certeza que sim. Espero que haja uma boa interacção entre o treinador principal do Sport Lisboa e Benfica, técnicos angolanos e atletas, no sentido de juntos darem um novo rumo ao futebol nacional, no que toca a projecção de novos talentos. Fernando Landa, funcionário público
Esta visita de Jorge Jesus pode projectar os atletas nacionais, uma vez que o mercado é fértil no que toca a talentos. Aproveito a oportunidade para chamar atenção ao treinador do Benfica no sentido de apostar mais no futebol angolano, que no passado já deu muitos jogadores ao clube encarnado. Abel Campos e Vata são dois bons exemplos. Mateus Pinto, funcionário público

AVALIAÇÃO JD
ALÉSSIO PETER
Tenista=Positivo

A jovem promessa do ténis nacional continua a dar cartas. Desta vez foi no Torneio Internacional "Cidade de Elche" na Espanha. Numa competição em que participaram 212 atletas, Peter não se intimidou e venceu dez partidas em igual número de jogos. Em 30 dias venceu dois torneios. Elucidativo.

ILIAN ILIEV
Técnico do Interclube=Negativo

Quando é que Iliev vai conquistar a primeira vitória? Esta é a pergunta que os adeptos da equipa do Rocha Pinto colocam, de tanto estarem agastados com o que se passa com a equipa. Com a entrada do novo técnico a equipa foi descendo na tabela e hoje ocupa a 12ª posição. Péssimo.




Últimas Opinies

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Petro escorregou Vasiljevic j era

    O grande Petro já  atemoriza os seus adeptos em poder continuar a fazer travessia no deserto neste seu “hibernar” sem título desde 2009: empatou mesmo depois de o presidente.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Penso, que não há  muitas alterações  em relação aos candidatos, o 1º de Agosto procura o Penta e o Petro luta para quebrar o jejum de 10 anos, sem conquistar o campeonato.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Girabola de todos

    Soltaram-se assobios, no último fim-de-semana. Voltou aos palcos nacionais, o futebol de primeira grandeza. Ou seja, o campeonato nacional da primeira divisão, o nosso Girabola.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O segundo pecado da FAF

    A direcção de Artur Almeida e Silva acaba de cometer o segundo pecado, na gestão dos destinos da Federação Angolana de Futebol(FAF). O primeiro, assenta na desorganização que já a caracteriza.

    Ler mais »

Ver todas »