Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas do leitor

23 de Agosto, 2014
Penso que para quem acompanhou os nossos jogos, sabe que estivemos sempre bem e mostramos estar muito próximos daquilo que pretendíamos. É certo que queremos sempre muito mais, mas acreditamos que temos as bases criadas para começar a desenhar a nossa eliminatória”
ROMEU FILEMON, Seleccionador Nacional

Não tenho dúvidas de que este mundial vai ser o da afirmação de muitos jovens, que aspiram conquistar um lugar na Selecção Nacional. Falei de Valdelício Joaquim e de Yanisck Moreira, mas gostava também de mencionar os nomes de Edson Ndoniema e Edmir Lucas, dois jogadores com uma margem de progressão muito grande”
ALBERTO CARVALHO “GINGUBA”- , treinador do Interclube

Estamos cientes que os próximos jogos vão ser a doer. Não temos outra saída, senão abraçar este desafio. O 1º de Maio tem de se impor e procurar ao máximo não perder jogos e reduzir a diferença que o separa das outras equipas, que estão acima de nós”.
AGOSTINHO TRAMAGAL, treinador do 1º de Maio

Marcos é um defesa muito dotado. Já jogou ao mais alto nível e pode actuar como central e como lateral esquerdo. Tem capacidade, força física e vontade de aprender, o que significa que tem um futuro brilhante pela frente. Esteve em grande nível no Mundial e já joga na Europa há uns anos”.
LOUIS VAN GAAL, treinador do Manchester United


A PERGUNTA DO DIA
O regresso de Manucho Gonçalves à Selecção Nacional aviva os ânimos da equipa na luta pela qualificação ao CAN de 2015, em Marrocos?


Apesar da ausência de Manucho Gonçalves nos Palancas Negras, isto é, desde o Campeonato Africano das Nações disputado o ano passado na África do Sul, apoio o regresso do avançado mais concretizador em fases finais do CAN. Severino Sabalo, estudante

Lembro-me sim, que o seleccionador nacional Romeu Filemon chegou a afirmar que as causas da não convocatória do avançado Manucho Gonçalves durante os amistosos realizados, deveram-se à lesões que o atleta sofreu na altura, mas no entanto, as portas nunca estiveram fechadas.. Rodrigues Mateus , estudante

A verdade seja dita, Manucho Gonçalves foi transferido do Valladolid para o Rayo Vallecano equipa de escalão mais baixo e é uma das novidades na lista dos convocados da Selecção Nacional, para a fase de qualificação ao CAN do próximo ano em Marrocos. Alcides Viera , automobilista


AVALIAÇÃO JD


ROMEU FILEMON
Seleccionador nacional=Positivo

“Queremos sonhar mais alto”. As palavras pertencem a Romeu Filemon, Seleccionador Nacional de futebol. Trata-se sem dúvida de uma forma clara de expôr a ambição competitiva. É este espírito de acção que se pretende na Selecção Nacional. É uma forma de atrelar o pensamento de todos aos seu. Com este espírito podemos lá chagar.

PEDRO GODINHO
Presidente da FAND=Negativo

A indicação do técnico Luís Chaves sem o respectivo adjunto para comandar a Selecção Nacional feminina de cadetes nos Jogos da Juventude, na China, podia ter consequências graves. Num cenário de impossibilidade temporária do treinador principal é difícil imaginar quem ficava ao "leme" da Selecção.

Últimas Opinies

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Petro escorregou Vasiljevic j era

    O grande Petro já  atemoriza os seus adeptos em poder continuar a fazer travessia no deserto neste seu “hibernar” sem título desde 2009: empatou mesmo depois de o presidente.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Penso, que não há  muitas alterações  em relação aos candidatos, o 1º de Agosto procura o Penta e o Petro luta para quebrar o jejum de 10 anos, sem conquistar o campeonato.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Girabola de todos

    Soltaram-se assobios, no último fim-de-semana. Voltou aos palcos nacionais, o futebol de primeira grandeza. Ou seja, o campeonato nacional da primeira divisão, o nosso Girabola.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O segundo pecado da FAF

    A direcção de Artur Almeida e Silva acaba de cometer o segundo pecado, na gestão dos destinos da Federação Angolana de Futebol(FAF). O primeiro, assenta na desorganização que já a caracteriza.

    Ler mais »

Ver todas »