Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas do leitor

20 de Setembro, 2014
Lá em Calulo não conhecemos outro local onde possamos trabalhar, só existe mesmo o estádio do Libolo, e estamos convictos de que, vamos usá-lo, no âmbito das boas relações existentes entre as nossas instituições desportivas. Escolhemos um período que não colide com o deles”.
CARLOS ALVES - porta-voz da direcção do 1º de Agosto

Hoje, o Cazenga é um dos municípios com défice de campos, o que não é bom para a nossa juventude. Desta feita, peço ao administrador municipal para ver a situação o mais depressa possível, pois quem forma um jovem no futebol está a ajudar a sociedade naquilo que se pretende, ou seja, uma sociedade saudável”
SANTOS DOMINGOS - presidente da EDCR do Curtume

É por isso que estamos todos aqui e a Ferrari é uma marca muito maior do que qualquer indivíduo, ou qualquer um de nós. Ou mesmo que a Fórmula 1. Respeito muito a Ferrari e tento criar um bom ambiente para termos uma equipa unida. É isso que precisamos e o que esperam de nós”
FERNANDO ALONSO - piloto espanhol ao serviço da Ferrari

Ninguém questionava o facto de não haver jogadores do campeonato brasileiro na selecção. Agora questiona, e é válido. Dentro do futebol e da CBF, temos grande liberdade e democracia, quem não quiser que os jogadores sejam convocados, manda uma carta a dizer isso e nós atendemos o pedido”
DUNGA- seleccionador de futebol do Brasil

A PERGUNTA DO DIA
Que aproveitamento Angola pode fazer da criação da Fundação Africana de Xadrez?


O xadrez é um desporto estratégico que exige muita concentração, calma e que exercita a nossa mente. Ele ajuda também no desenvolvimento rápido do raciocínio lógico e matemático de quem pratica, por esta razão, penso que seria mesmo uma mais valia. Aristides Rafael, economista

O aproveitamento do país pode ser entendido nas mais variadas vertentes, e nesta ordem de ideias acreditamos que a Fundação Africana de Xadrez terá sede em Angola e o seu desenvolvimento pode impulsionar até mesmo o Ministério da Educação a incentivar os alunos a aprenderem o ABC da modalidade. Eduardo Epalanga, funcionário público

Aguinaldo Jaime, na qualidade de primeiro angolano a ascender à vice-presidência da FIDE para África, tem em carteira muitos projectos ambiciosos, por esse motivo acredito que é uma excelente ideia ser apoiado por todos. João Lemos, funcionário público


AVALIAÇÂO JD
LEONEL DA ROCHA PINTO
Presidente do CPA=Positivo

O desporto como ciência não vive sem acções permanentes de actualização dos métodos e normas do seu exercício. O curso sobre Gestão Administrativa Desportiva, que decorre desde ontem em Luanda, é uma iniciativa que deve ser vivamente aplaudida e servir de modelo para outros órgãos que trabalham em prol do desenvolvimento desportivo.

PEDRO NETO
Presidente da FAF=Negativo

No Ranking da FIFA, Angola nunca tinha apanhado uma queda tão grande. Foram 26 lugares para baixo. E a pergunta que se coloca é a seguinte: só foi pelas duas derrotas na corrida ao CAN ou por outros motivos alheios ao nosso conhecimento? Na verdade, não é salutar quando se chega a este estagio. É caso para os gestores do nosso futebol reflectirem seriamente.

Últimas Opinies

  • 23 de Março, 2019

    Agora que venha o CAN do Egipto!

    Que venha agora o CAN do Egipto! Sim, que  venha o Campeonato Africano das Nações porque a fase de qualificação ficou já para atrás. 

    Ler mais »

  • 23 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Estou aqui para trabalhar. É uma realidade nova para mim. Nunca estive em África.

    Ler mais »

  • 23 de Março, 2019

    Angola est no Egipto

    O país acordou, hoje, na ressaca da explosão festiva resultante da qualificação da selecção nacional de futebol, ao Campeonato Africano das Nações, a disputar-se em Junho e Julho, no Egipto.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Amanh um "tudo ou nada

    Amanhã é uma espécie de Dia D, para nós, e tal fica a dever-se aos ‘’Palancas Negras’’

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Um regresso depois de quase dez anos

    Volvidos quase dez anos, volto a assumir uma missão como enviado especial do Jornal dos Desportos, título para o qual escrevo desde o ano de 1997, e que nesse momento assumo o cargo de editor, depois de já ter sido sub-editor e correspondente provincial.

    Ler mais »

Ver todas »