Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas do Leitor

20 de Outubro, 2014
“Marcámos um golo e depois terminámos o jogo a sofrer, mas futebol é assim, soubemos segurar o resultado. O Interclube é uma equipa que tem sabido fazer o seu jogo, não tem nada a perder, mas nós temos estado a sentir a pressão do Libolo”.
Zoran Maki - técnico do Kabuscorp

“Quando não se marca, normalmente perde-se e no futebol às vezes é assim. Criámos mais oportunidades que o adversário, mas infelizmente não marcamos. Os meus jogadores lutaram bastante e fomos a melhor equipa em campo, com certeza”.
Ilian Iliev - técnico do Interclube

“Infelizmente consentimos a segunda derrota consecutiva. Entramos muito mal na primeira parte, sofremos dois golos quase seguidos e isto acabou por nos penalizar. Ainda tentamos corrigir as coisas, mas o Benfica demonstrou ser uma equipa aguerrida”.
Filipe Nzanza - técnico adjunto do 1º de Agosto

“O jogo foi bem disputado. Qualquer equipa a jogar em casa devia ganhar o desafio. Foi o que fizemos, fruto de muito trabalho, porque o objectivo era a conquista dos três pontos. Temos de continuar a trabalhar com muita responsabilidade para atingirmos a meta”.
Albano César- técnico do Sporting de Cabinda

PERGUNTA DO DIA
A Federação Angolana de Futebol deve aceitar a proposta apresentada por Nfinda Mozer, no que concerne a melhoria da Segundona?

“Pedro Neto enquanto presidente da FAF deve analisar estas e outras preocupações, que de certo modo podem melhorar o nosso futebol. O conceito de reestruturação deve começar nas competições internas: Girabola, Taça de Angola e Segundona.
Pedro Tchipiak, estudante

“A preocupação apresentada pelo antigo treinador do Porcelana é muito interessante, porque podíamos ter no mínimo 12 equipas a competir na Segunda Divisão e com isto, íamos em grande medida melhorar a prova, ao invés da actual, que é por séries”.
Rodrigues Francisco, comerciante

“A presidência da Federação Angolana de Futebol devia a partir da publicação da referida proposta, reflectir com alguma profundidade, pois é bem verdade, que é tempo de melhorarmos o campeonato da segunda divisão. Os actuais moldes estão desactualizados”.
Anderson Mussulumba, relações públicas

Avaliação JD


ZECA AMARAL Técnico do Benfica Positivo=A campanha do Benfica de Luanda na presente época futebolística superou já todas as expectativas. O terceiro lugar é já um facto consumado. Para quem a temporada passada lutava para evitar a despromoção, é um feito que deve ser enaltecido. O regresso à casa do técnico fez-se pela porta grande. Parabéns.

DRAGAN JOVIC Treinador do 1º de Agosto Negativo=
As esperanças da equipa do rio seco disputar uma das competições sob a égide da CAF acabaram. A derrota em sua própria casa no sábado, com o Benfica de Luanda, deitou por terra todas as hipóteses que diga-se, já não eram nada satisfatórias. E o quarto lugar está tremido. Decepção total.

Últimas Opinies

  • 22 de Agosto, 2019

    O divrcio anunciado

    Não faz ainda muito tempo do anúncio do divórcio, entre o órgão reitor do futebol nacional e o então seleccionador nacional de honras, o sérvio Srdjan Vasiljevic, que ontem deixou o país.

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Corrigir o mal no futebol (I)

    A semana passada terminei o artigo com a seguinte sentença: “(…) é importante mudar de estratégia

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Mais um falso arranque do Interclube

    Para o desalento dos prosélitos do futebol sénior masculino, as cortinas do Girabola Zap, versão 2019/20, foram descerradas com máculas na jornada inaugural que, mais uma vez, põem em causa a capacidade organizativa da Federação Angolana de Futebol (FAF), que parece apostada numa competição em que é premiada a instituição que mais erros comete ao longo do “consulado”.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O pas dos amigalhaos

    Foi recentemente anunciada a rescisão contratual do treinador Srdjan Vasilevic com a Federação Angolana de Futebol.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

Ver todas »