Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas do Leitor

05 de Fevereiro, 2015
Não ando atrás de prémios ou destaques individuais. O futebol é um jogo colectivo, mas creio que a minha experiência pode ser importante na equipa. Mas atenção, ninguém ganha jogos sozinho. Temos um plantel muito unido, solidário em que todos sabem qual o papel a desempenhar.
Mateus Galiano, jogador do 1º de Agosto.

Precisamos de rever todos os processos ofensivos e defensivos. Queremos consistência e concentração dos jogadores em campo. Precisamos de continuar a afinar a movimentação e outros aspectos específicos que nos podem tornar uma equipa forte e consistente.
Ivo Traça, treinador do CD da Huíla.

A qualidade e o potencial estão disponíveis, os jovens são autênticos diamantes brutos que têm de ser lapidados e isso é um desafio e uma responsabilidade. Fico satisfeito com aquilo que vi nesse campeonato, com o potencial destes jovens e a possibilidade de evoluírem.
Paulo Madeira, presidente da FAB.

Ronaldo é o melhor jogador do mundo e não pode ser comparado a ninguém. A sua cláusula de rescisão é de um bilião por isso vale um bilião. É impossível que alguém o contrate.
Jorge Mendes, empresário e agente desportivo.


PERGUNTA DO DIA
Qual é a apreciação que os angolanos fazem da 30ª edição do CAN/2015, que caminha para o seu final?


“A apreciação da sociedade angolana no que concerne ao acompanhamento da maior cimeira do futebol continental é positiva. Temos tido a oportunidade de acompanhar os jogos, através dos canais de televisão nacional e internacional, jornais e até mesmo pela Rádio 5”. Eraldo José, estudante.

“Na qualidade de cidadão nacional defendo que era bom que as cores da Bandeira Nacional estivessem representadas pelos Palancas Negras, mas como não conseguimos apurar-nos, só me resta dizer que a minha apreciação é negativa.” Camilo Gonçalves, estudante.

“O país já viveu uma experiência similar com a realização do CAN/2010. Temos em memória lembranças muito fortes, do que foi a prestação de Angola. Ainda assim, esperava voltar a ver a Selecção Nacional na Guiné Equatorial. Não foi possível, e por isso, só nos resta aguardar que tudo decorra sem sobressaltos.” Manuel Xavier, estudante.

AVALIAÇÃO JD

CARLOS HENDRICK

Presidente do 1º de Agosto- Positivo
O acto de solidariedade levado a efeito pelo 1º de Agosto, destinado à recolha de bens de primeira necessidade para doar às crianças internadas no Centro Nacional de Oncologia de Luanda, é uma iniciativa de se aplaudir e deve envolver toda a sociedade. Aliás, várias entidades já se juntaram à causa.


ALEXANDRE GRASSELI
Técnico do Petro de Luanda - Negativo

Os jogos de controlo não têm qualquer significado. O importante é adquirir a rotina competitiva. Contudo, as vitórias ajudam a ganhar confiança, auto-estima e têm um efeito psicológico importante nos jogadores. O Petro ainda não venceu um amistoso no estágio. É mau, diga-se.

Últimas Opinies

  • 22 de Agosto, 2019

    O divrcio anunciado

    Não faz ainda muito tempo do anúncio do divórcio, entre o órgão reitor do futebol nacional e o então seleccionador nacional de honras, o sérvio Srdjan Vasiljevic, que ontem deixou o país.

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Corrigir o mal no futebol (I)

    A semana passada terminei o artigo com a seguinte sentença: “(…) é importante mudar de estratégia

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Mais um falso arranque do Interclube

    Para o desalento dos prosélitos do futebol sénior masculino, as cortinas do Girabola Zap, versão 2019/20, foram descerradas com máculas na jornada inaugural que, mais uma vez, põem em causa a capacidade organizativa da Federação Angolana de Futebol (FAF), que parece apostada numa competição em que é premiada a instituição que mais erros comete ao longo do “consulado”.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O pas dos amigalhaos

    Foi recentemente anunciada a rescisão contratual do treinador Srdjan Vasilevic com a Federação Angolana de Futebol.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

Ver todas »