Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas do Leitor

17 de Fevereiro, 2015
Treinar a Selecção Nacional de Angola enche-me de orgulho, porque estamos a falar de uma das melhores equipas do mundo a nível de selecções nacionais, que representa um basquetebol, o angolano, pelo qual sinto uma profunda admiração e respeito.”
Moncho López , novo Seleccionador Nacional de basquetebol

É uma autêntica falta de conhecimento daqueles que nos colocam entre os candidatos ao título, pois é completamente um absurdo, porque estas pessoas desconhecem totalmente a realidade da nossa equipa
António Caldas, técnico do Sagrada Esperança

Tivemos um longo processo de negociação para chegarmos a este consenso (integração na FAF) que pode trazer grandes benefícios para o futebol de salão no que tange à massificação e fomento de outras actividades do foro interno (...).”
Eliseu Major, vice-presidente da FAFUSA

O mercado fica mais complicado com o novo contrato de televisão da ‘Premier League’, que é uma loucura. Qualquer equipa inglesa pode contar, no mínimo, com 89 milhões de euros para contratações (...).”
Ariedo Braida, novo assessor técnico para a área internacional do Barcelona

PERGUNTA DO DIA
A contratação do congolês democrata Hervé Ndonga é garantia para que o Progresso da Lunda Sul alcance o objectivo definido para o Girabola2015?

Esta foi a principal aquisição da direcção da equipa do Progresso da Lunda Sul, portanto esperamos que o internacional congolês democrata consiga honrar com a sua contratação que acreditamos deve ter custado caro aos cofres do clube. Mas vamos esperar pela estreia do jogador e ver o que de facto representa.
Carlos Quimuanga, funcionário público

Hervé Ndonga teve uma boa passagem no TP Mazembe e subsequentemente um bom desempenho pela selecção do seu país durante o CAN2015 na Guiné Equatorial. Acredito que pode ajudar o Progresso a concretizar os seus objectivos desde que os colegas o ajudem, pois não há nenhum jogador que jogue sozinho.
Ângelo Baptista, funcionário público

Penso que tudo depende daquilo que for o seu desempenho no campeonato. O jogador tem muito boas referências mas é preciso que o coloque à disposição da equipa. Apesar de ter sofrido uma derrota (2-1) na estreia, o objectivo definido pelo presidente do clube, a equipa ficar entre os sete primeiros, pode ser alcançado. Basta que haja trabalho.
Sénio Alfredo, estudante

Avaliação JD

TONY KICANGA
Pugilista angolano -Positivo=Na terra que o viu nascer, Tony Kicanga, não quis deixar os créditos em mãos alheias. Em apenas dois rounds, o pugilista angolano levou o adversário a não mais poder prosseguir o combate. Com a vitória sobre o georgiano George Aduashvili, Kicanga conserva o título mundial de meio pesos pesados, na categoria dos 79kg.


PAULO MADEIRA Presidente da FAB-Negativo=
Raul Duarte fez duras críticas à direcção da FAB e em particular ao seu presidente, Paulo Madeira, a quem acusou de estar mais preocupado em defender interesses pessoais do que da modalidade. Depois de Zé Carlos Guimarães, é a segunda vez que a FAB deixa “cair” um técnico nacional com quase tudo acertado.

Últimas Opinies

  • 23 de Março, 2019

    Agora que venha o CAN do Egipto!

    Que venha agora o CAN do Egipto! Sim, que  venha o Campeonato Africano das Nações porque a fase de qualificação ficou já para atrás. 

    Ler mais »

  • 23 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Estou aqui para trabalhar. É uma realidade nova para mim. Nunca estive em África.

    Ler mais »

  • 23 de Março, 2019

    Angola est no Egipto

    O país acordou, hoje, na ressaca da explosão festiva resultante da qualificação da selecção nacional de futebol, ao Campeonato Africano das Nações, a disputar-se em Junho e Julho, no Egipto.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Amanh um "tudo ou nada

    Amanhã é uma espécie de Dia D, para nós, e tal fica a dever-se aos ‘’Palancas Negras’’

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Um regresso depois de quase dez anos

    Volvidos quase dez anos, volto a assumir uma missão como enviado especial do Jornal dos Desportos, título para o qual escrevo desde o ano de 1997, e que nesse momento assumo o cargo de editor, depois de já ter sido sub-editor e correspondente provincial.

    Ler mais »

Ver todas »