Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas do Leitor

07 de Março, 2015
Seria obrigada a pagar impostos de selo e teria de passar uma percentagem das vendas de ingressos à Confederação Africana de Andebol (Cahb) que é a responsável pela realização da prova” .
Ilídio Cândido, vice-presidente da Federação Angolana de Andebol

Estamos a trabalhar com o pensamento direccionado para o jogo de domingo, em que teremos a tarefa de defrontar o Petro de Luanda, e como é óbvio, pretendemos tentar conquistar um segundo triunfo no campeonato”,
Roberto do Carmo, treinador do ASA

O Benfica de Luanda é uma excelente equipa, mas à semelhança dos demais contendores do Girabola, tem fraquezas e o Sagrada Esperança pode explorar para obter um resultado satisfatório”,
Pilolas - atacante do Sagrada Esperança

A derrota na jornada passada deixou-nos tristes, mas notamos coisas positivas na nossa exibição. Houve mais garra e determinação, melhoramos muito em relação ao jogo com a Académica e isso, é um bom indicador para o dérbi com o Kabuscorp”
Manucho- médio do 1º de Agosto


PERGUNTA DO DIA

Será hoje que o 1º de Agosto conquista a primeira vitória no Girabola diante do Kabuscorp?


Apesar de não fazer parte de nenhuma dessas equipas, uma vez que sou petrolífero, o meu voto de confiança recai no Kabuscorp do Palanca, tendo em conta a qualidade futebolística demonstrada desde a abertura da época. Por isso, não vejo o 1º de Agosto a alcançar a primeira vitória.
Roberto Van-dúnem, funcionário público

Os jogos já disputados na presente época futebolística, em que infelizmente consentimos duas derrotas, com o Académica do Lobito e seguidamente com o Bravos do Maquis, fazem parte do passado. Portanto, esperamos que no desafio desta tarde a equipa de arbitragem seja competente. .
Edson Sebastião, estudante

A direcção da formação militar prometeu tudo fazer para vencer em casa e com isso, voltar à senda das vitórias, mas é preciso reconhecer que na tabela classificativa o Kabuscorp encontra-se na quarta posição com cinco pontos, enquanto na última posição e sem pontos, mantém-se o 1º de Agosto.
Aguinaldo Palanca , estudante


AVALIAÃO JD

IVO TRAÇA
Técnico do Desportivo da Huíla - Positivo -
O Desportivo da Huíla, que se lamentava por ter jogos adiados nos primeiros passos do Girabola, está moralizado na deslocação ao “Buraco” da Académica do Lobito, após ter imposto uma derrota aos encarnados da capital. Ivo Traça tem motivos para estar satisfeito, nestes primeiros dias do Girabola.

JAIME COVILHÃ
Treinador do 1º de Agosto - Negativo -
As militares do 1ºde Agosto continuam a ter dificuldades de se impor às rivais do Interclube, no basquetebol feminino cá da casa. Na última quinta-feira, o 1º de Agosto voltou a baquear diante das polícias, no provincial luandense. Na prova nada ainda está decidido, mas é certo que as derrotas não fazem bem a ninguém.

Últimas Opinies

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Petro escorregou Vasiljevic j era

    O grande Petro já  atemoriza os seus adeptos em poder continuar a fazer travessia no deserto neste seu “hibernar” sem título desde 2009: empatou mesmo depois de o presidente.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Penso, que não há  muitas alterações  em relação aos candidatos, o 1º de Agosto procura o Penta e o Petro luta para quebrar o jejum de 10 anos, sem conquistar o campeonato.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Girabola de todos

    Soltaram-se assobios, no último fim-de-semana. Voltou aos palcos nacionais, o futebol de primeira grandeza. Ou seja, o campeonato nacional da primeira divisão, o nosso Girabola.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O segundo pecado da FAF

    A direcção de Artur Almeida e Silva acaba de cometer o segundo pecado, na gestão dos destinos da Federação Angolana de Futebol(FAF). O primeiro, assenta na desorganização que já a caracteriza.

    Ler mais »

Ver todas »