Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas do Leitor

12 de Março, 2015
“O meu sentimento não podia ser outro a não ser de satisfação, porque os clubes estão a corresponder à chamada do nosso Governo que apela constantemente à necessidade de existência de instalações desportivas para a prática desportiva a nível competitivo /profissional e de massificação”,
Pedro Neto, presidente da FAF

“Já afirmamos, no dia de apresentação da nossa equipa, que o nosso objectivo é ficar num dos três primeiros lugares. Temos equipa para isso, penso que podemos chegar lá”,
Alves Simões, presidente do Interclube

“Numa primeira fase estamos a trabalhar com atletas angolanos que evoluem no futebol europeu. Queremos descobrir vários talentos que cumprem carreira no exterior do país, mas que tenham o objectivo de jogar no Girabola”,
Fernando Alonso - piloto de formula-1
Félix Siquela-membro fundador da Agência de Futebolistas Profissionais

PERGUNTA DO DIA
Que vantagem ou nem por isso se obtém, com a ausência da Selecção Nacional na Taça COSAFA?


O registo actual do futebol nacional no ranking da FIFA, é demasiado baixo, por causa dos fracassos nos últimos anos. Portanto, penso que o MJD deve arranjar mecanismos necessários para que os Palancas Negras voltem a marcar presença na competição.
Esmeraldo Luala, comerciante


As desvantagens são evidentes. A decisão da ausência na edição da Taça COSAFA, foi a consequência do fracasso registado nas eliminatórias do CAN realizadas em Janeiro. Agora não há alternativa senão ressurgir a partir da formação.
Osvaldo Alberto, estudante

A sociedade angolana sentiu-se constrangida com a notícia. Nesta altura, o preço do petróleo anda à volta dos 70 dólares, seria bom reverem a situação. Já vencemos por três vezes o Torneio e a nossa ausência deve estar a ser bastante sentida”.
Francisco Ngola, gestor de vendas

PERGUNTA DO DIA
Que vantagem ou nem por isso se obtém, com a ausência da Selecção Nacional na Taça COSAFA?

O registo actual do futebol nacional no ranking da FIFA, é demasiado baixo, por causa dos fracassos nos últimos anos. Portanto, penso que o MJD deve arranjar mecanismos necessários para que os Palancas Negras voltem a marcar presença na competição.
Esmeraldo Luala, comerciante

As desvantagens são evidentes. A decisão da ausência na edição da Taça COSAFA, foi a consequência do fracasso registado nas eliminatórias do CAN realizadas em Janeiro. Agora não há alternativa senão ressurgir a partir da formação.
Osvaldo Alberto, estudante
A sociedade angolana sentiu-se constrangida com a notícia. Nesta altura, o preço do petróleo anda à volta dos 70 dólares, seria bom reverem a situação. Já vencemos por três vezes o Torneio e a nossa ausência deve estar a ser bastante sentida”.
Francisco Ngola, gestor de vendas

Avaliação JD

JOÃO MULIMA Centro de Medicina -Positivo
-O combate ao doping no país ganha um novo impulso. O Centro de Medicina Desportiva vai assumir numa primeira fase a colheita das amostras para envio para um laboratório de referência, os testes vão abranger todos os atletas inscritos nas distintas modalidades a nível do país.

CARLOS DINIS Treinador do ASA-Negativo-Ao consentir chapa 100 no jogo com o 1º de Agosto, o Atlético Sport Aviação hipotecou praticamente as hipóteses de chegar aos quartos-de-final da Taça de Angola, em basquetebol, já que vai ter de contornar uma desvantagem de 18 pontos no segundo jogo, o que não deixa de ser uma tarefa complicada.

Últimas Opinies

  • 23 de Março, 2019

    Agora que venha o CAN do Egipto!

    Que venha agora o CAN do Egipto! Sim, que  venha o Campeonato Africano das Nações porque a fase de qualificação ficou já para atrás. 

    Ler mais »

  • 23 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Estou aqui para trabalhar. É uma realidade nova para mim. Nunca estive em África.

    Ler mais »

  • 23 de Março, 2019

    Angola est no Egipto

    O país acordou, hoje, na ressaca da explosão festiva resultante da qualificação da selecção nacional de futebol, ao Campeonato Africano das Nações, a disputar-se em Junho e Julho, no Egipto.

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Amanh um "tudo ou nada

    Amanhã é uma espécie de Dia D, para nós, e tal fica a dever-se aos ‘’Palancas Negras’’

    Ler mais »

  • 21 de Março, 2019

    Um regresso depois de quase dez anos

    Volvidos quase dez anos, volto a assumir uma missão como enviado especial do Jornal dos Desportos, título para o qual escrevo desde o ano de 1997, e que nesse momento assumo o cargo de editor, depois de já ter sido sub-editor e correspondente provincial.

    Ler mais »

Ver todas »