Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas do Leitor

20 de Março, 2015
Fomos penalizados, não fizemos uma grande primeira parte, mas o futebol tem a ver com isso”.
VITOR MANUEL, treinador do Bravos do Maquis

““Na verdade temos de trabalhar duro no dia a dia porque a concorrência no nosso plantel aumentou. Quase todos os jogadores são equiparados. Deste modo, cada um tem de se esforçar ao máximo para convencer o técnico e merecer a titularidade, já que não há lugares cativos para ninguém”.
WALDEMAR ANTÓNIO “BABY” jogador de Desportivo da Huíla

“Temos jovens nesta selecção com muito talento e é importante que eles comecem agora a ganhar jogos internacionais. Se eles se habituarem a grandes jogos quando ascenderem à selecção sénior não dão grandes problemas em se adaptarem”.
ALBERTO CARVALHO "GINGUBA", seleccionador de Sub-23

“Tenho trabalhado forte no dia a dia para agarrar um lugar na equipa. E tenho que aproveitar as oportunidades que aparecem. É claro que nenhum jogador gosta de entrar, na equipa, para substituir um companheiro que foi expulso, mas temos de estar sempre prontos para entrar e ajudar”.
HELTON, guarda-redes do FC Porto

PERGUNTA DO DIA
A organização a todos os níveis do torneio pré-olímpico de andebol justifica os 500 mil dólares disponibilizados para a sua realização?


Os níveis de organização de provas internacionais no país devem ser consentâneos com prestígio que o andebol angolano já conquistou a nível do continente e também nos quatro cantos do mundo. Essa prova não foge à regra. Marcar presença nos Jogos Olímpicos do Rio 2016 no Brasil é a nossa meta.
Aguião Manuel, empresário

Apesar do quadro financeiro internacional pensamos que houve certo realismo na aprovação dos 500 mil dólares norte-americano para acolher o torneio.
JUSTO ZACARIAS, funcionário público

Este é um valor que de certa forma suscita vários comentários, quer seja para os amantes do desporto, sobretudo do andebol, quer para políticos e economistas, tendo em conta os três dias em que vai decorrer o Torneio pré-olímpico de andebol na cidade capital.
Bravo ACM, músico


AVALIAÇÃO JD

ALBANO CÉSAR
Treinador do Sporting - Positivo -
Mesmo a passar por grandes dificuldades financeiras, o Sporting de Cabinda ainda mostra que com apoio pode, sem dúvida, lutar pela permanência. O empate com o Benfica, equipa que este ano quer voar alto, após ter vencido o Petro, é testemunho disso. Em termos desportivos os leões mostram que têm vida.

JOSÉ DOMINGOS "DIMAS"
Vice-presidente Kabuscorp - Negativo -
É condenável a atitude do "vice" do Kabuscorp para as infra-estruturas, José Domingos "Dimas". No empate a um golo com o Bravos do Maquis, no Luena, e após a sua equipa ter sofrido o golo da igualdade, o dirigente palanquino entrou no relvado e mandou os atletas saírem das quatro linhas, gesto ignorado por estes.

Últimas Opinies

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Petro escorregou Vasiljevic j era

    O grande Petro já  atemoriza os seus adeptos em poder continuar a fazer travessia no deserto neste seu “hibernar” sem título desde 2009: empatou mesmo depois de o presidente.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Penso, que não há  muitas alterações  em relação aos candidatos, o 1º de Agosto procura o Penta e o Petro luta para quebrar o jejum de 10 anos, sem conquistar o campeonato.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Girabola de todos

    Soltaram-se assobios, no último fim-de-semana. Voltou aos palcos nacionais, o futebol de primeira grandeza. Ou seja, o campeonato nacional da primeira divisão, o nosso Girabola.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O segundo pecado da FAF

    A direcção de Artur Almeida e Silva acaba de cometer o segundo pecado, na gestão dos destinos da Federação Angolana de Futebol(FAF). O primeiro, assenta na desorganização que já a caracteriza.

    Ler mais »

Ver todas »