Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas do leitor

22 de Maio, 2013
Nelson Pereira- Luanda
Mau momento-
Como adepto do Petro de Luanda não podia ficar indiferente ao mau momento que a nossa equipa de futebol atravessa. Sempre evitei comentar a decisão da direcção do clube de afastar o técnico Miller Gomes, mas os maus resultados que a nossa equipa tem obtido após à entrada em serviço do treinador José Dinis deixam-me algo apreensivo. Não coloco em causa a competência do treinador que no ASA fez um grande trabalho. Mas o que conta são os resultados e, infelizmente para ele, José Dinis ainda não conseguiu engrenar na equipa. Por este andar logicamente que o título desta época será uma miragem porque os outros candidatos não estão a dormir. O Petro de Luanda ainda não mostrou estofo para ser campeão do Girabola. Isso é facto. Tirando os bons momentos com a conquista da Supertaça, a equipa tem sido vulgar. Como adepto acho que devemos apoia-la em todos os momentos, mas as coisas más não devem ser ignoradas, porque acho que devemos aprender com os nossos erros. A nossa equipa tem responsabilidades, até porque é a formação com mais títulos conquistados no futebol doméstico.

Mau momento Luanda
Grande Kabuscorp-
Endereço saudações ao colectivo do Jornal dos Desportos. O Kabuscorp do Palanca voltou à senda das vitórias e isso serviu para calar aqueles que já diziam que o ciclo de bons resultados da nossa equipa tinha acabado. Tivemos alguns empates que no fundo não serviram para beliscar as nossas aspirações porque continuamos embalados na liderança do Girabola. O jogo com o Progresso e a consequente vitória foi apenas a confirmação daquilo que pretendemos este ano. A nossa equipa continua a liderar a prova e nesta altura está preparada para ser o campeão de cacimbo. Vamos ter uma segunda volta bastante difícil, porque temos duas equipas também com muita vontade de arrebatar o título, concretamente o Bravos do Maquis e o 1º de Agosto. Contudo, os nossos jogadores têm atitude e é isso que se espera deles até ao fechar das cortinas. Não virar a cara à luta deve ser uma das nossas divisas.

Osvaldo Marcelino- Luanda
Campeão d’Agosto-
O 1º de Agosto deu uma verdadeira lição aos nossos desportistas. Manteve um treinador nacional à frente da equipa sénior masculino de basquetebol, o antigo internacional Paulo Macedo, e com ele conquistou o campeonato nacional e a Taça dos Clubes Campeões de África. E isso contra muitas expectativas, principalmente da parte daqueles que nunca acreditam no valor dos treinadores angolanos, porque para eles o que vem de fora é sempre melhor. Da mesma forma que acredito na competência dos treinadores estrangeiros, também acho que muitos dos técnicos nacionais em nada ficam a dever aos seus colegas expatriados.

Últimas Opinies

  • 15 de Julho, 2019

    O real papel do gestor desportivo

    As funções de um gestor desportivo não são mais do que as funções de um gestor de empresas, adaptadas e ajustadas às particularidades de um clube ou federação desportiva.

    Ler mais »

  • 15 de Julho, 2019

    Quem explica o desporto angolano?

    O nosso desporto merece um estudo profundo, para se encontrar explicações que justifiquem os resultados que vai tendo.

    Ler mais »

  • 15 de Julho, 2019

    Cartas dos Leitores

    No nosso grupo (A),  somos a única selecção (Angola) que tem a sua primeira participação  a este nível. Canadá vai para a sua sétima, Nova Zelândia.

    Ler mais »

  • 15 de Julho, 2019

    Objectivo falhado

    Angola não conseguiu alcançar o objectivo preconizado no Mundial de Hóquei em Patins, que se disputou em Barcelona, Espanha, acabando por se quedar na sexta posição.

    Ler mais »

  • 13 de Julho, 2019

    Cartas dos Leitores

    Vamos entrar para o campeonato em cada jogo para ganhar, nós queremos começar bem, com o pé direito. Como sabem, já temos o calendário.

    Ler mais »

Ver todas »