Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas dos leitor

17 de Maio, 2014
Estamos em sintonia e coordenação a todos os níveis. Há a orientação do Plano Nacional de Desenvolvimento Angola 2013/2017, há as orientações do Presidente da República, muito objectivas e muito concretas, no sentido de transformar Angola numa potência desportiva".
Gonçalves Muandumba, ministro da Juventude e Desportos.

Como treinador gostava de contar com todos, mas os 25 que cá tenho dão-me confiança, porque qualquer um deles que seja chamado vai corresponder, por isso, estamos a trabalhar com esse intuito”.
Pedrag Jokanovic, treinador do Bravos de Maquis.

Todos os jogadores do plantel já foram utilizados. Se mudarmos constantemente o grupo não vamos acertar em nada, aliás, só vamos ter prejuízos. Alguns têm sido substituídos para dar lugar a outros”.
Albano César, treinador de Sporting de Cabinda.

Ouve-se dizer muitas vezes na televisão que os árbitros de baliza não servem para nada, que apenas ficam na linha de fundo. Na verdade, eles servem muito mesmo".
Michel Platini, presidente da UEFA.

A PERGUNTA DO DIA
Face aos últimos resultados do Kabuscorp, duas derrotas e um empate, a direcção do clube deve demitir o treinador principal, Edouard Antranick, como é defendido em alguns círculos?


Os resultados do Kabuscorp nas últimas jornadas justificam o insucesso desta equipa no Girabola, após o fracasso nas Afrotaças. Acho que a culpa de tudo isto é das contratações luxuosas feitas com jogadores estrangeiros, quando o seu presidente devia apostar nos atletas nacionais. Isto faz-me lembrar o Real Madrid de Espanha, em tempos que já lá vão.
Afonso Mvumpa, despachante oficial.

Sinceramente, estou pouco informado acerca do Kabuscorp do Palanca. Não porque não goste de futebol, mas porque o meu interesse no Girabola está voltado para o meu Atlético Petróleos de Luanda. Só a minha equipa me interessa, uma vez que estamos na sexta posição, com 16 pontos.
Armindo Gomes, adepto petrolífero.

Face aos resultados que o Kabuscorp do Palanca tem consentido, discordo da demissão da equipa técnica, em particular do treinador Edouard Antranick, pois acho que a culpa do fracasso da turma campeã é dos jogadores. Por isso mesmo, aconselho os palanquinos a reunirem-se, reconhecerem os seus fracassos e lutarem pelo bem da equipa.
Nilton Vieira, estudante.


AVALIAÇÃO JD

NORBERTO ALVES
Técnico do Libolo - Positivo
- O Recreativo do Libolo está a duas vitórias da consagração nesta temporada do BAI-Basket. A turma de Calulo continua imparável na "final four" e a sua última vitima foi o Interclube, que há muito deixou de se assumir como candidato ao título. O Libolo tem mais dois pontos que o rival 1º de Agosto e a jornada de hoje pode definir tudo.

LAZARE ADINGONO
Treinador do Petro - Negativo -
A derrota do Petro de Luanda diante do 1º de Agosto pode ter ditado a sorte da equipa petrolífera na maior prova do basquetebol em masculinos, no país. Tida à partida como forte pretendente ao título, a turma petrolífera tem ficado longe do seu potencial, com derrotas pesadas diante dos outros concorrentes.

Últimas Opinies

  • 21 de Março, 2019

    Zebras para domar...

    A Selecção Nacional de futebol de honras, às ordens do sérvio Srdjan Vasiljevic, decide amanhã, em Franciston, Botswana, a qualificação para o Campeonato Africano das Nações (CAN), que o Egipto acolhe de 19 de Junho a 21 de Julho deste ano.

    Ler mais »

  • 18 de Março, 2019

    Se ontem o Petro caiu agora...viva a seleco !

    O reflexo do que é ( e ainda poderá ser por largos anos ) o insucesso do nosso futebol a alto nível dos clubes africanos foi mais uma vez demonstrado ontem no Quénia, onde o Petro de Luanda mesmo a jogar em vantagem numérica pouco fez para continuar a Taça CAF. 

    Ler mais »

  • 18 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Temos de nos preparar bem para o jogo que será decisivo e estou convicto que iremos fazer este trabalho em conjunto, não temos muito tempo, agurada-nos um trabalho sério contra uma selecção que perdeu todas as partidas.

    Ler mais »

  • 18 de Março, 2019

    L se foi o sonho...

    O Petro de Luanda, até ontem o único sobrevivente angolano nas Afrotaças, não conseguiu evitar a derrota frente ao Gor Mahia FC do Quénia, em Nairobi, num jogo em que estava “condenado” a não desperdiçar, na totalidade, os pontos em discussão.

    Ler mais »

  • 18 de Março, 2019

    Os estreantes e o ritual de integrao

    Igor Vetokele regressa aos Palancas Negras, depois de muito tempo.

    Ler mais »

Ver todas »