Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas dos leitor

17 de Julho, 2014
“Penso que os jogadores deram uma boa resposta, apesar de estarem a chegar de férias. Vamos continuar a aprimorar a vertente física, sem descurar os aspectos técnicos e tácticos.
Paulo Macedo, treinador da Selecção Nacional de basquetebol.

“O nosso maior desafio, quanto à situação dos atletas prende a documentação pessoal, isto é, ajudar os rapazes a tirarem os bilhetes de identidade e passaportes. Penso que temos de ser sempre rigorosos, em relação à confirmação das idades dos atletas”.
André Nzuzi, treinador da Selecção de Sub-17.


“Não me posso deixar abater por ter agora uma longa paragem, tal como sucedeu no ano passado, quando me magoei logo no primeiro jogo, o futebol tem situações próprias, só tento de levantar mais uma vez a cabeça”.
Neblú, guarda-redes do 1º de Agosto.

“Há 15 ou 20 anos, Cabinda marcou a história com pugilistas que trouxeram medalhas para as selecções nacionais. Surgiram nomes como Gregório Kapita, Alfredo Sassa, Panda Lukumbi, Caetano Lelo, Simão Muanda e Ilanga de Jesus”.
Carlos Luís, presidente da Federação Angolana de Boxe.

A PERGUNTA DO DIA
O factor casa pode ser determinante para uma eventual vitória do Progresso do Sambizanga sobre o Recreativo do Libolo?


Os jogos em casa têm muitas vezes uma linguagem própria. O Progresso tem a oportunidade de desfeitear o adversário porque conhece o seu reduto e tem também a companhia do décimo segundo jogador. Ainda assim, duvido que o Recreativo do Libolo regresse derrotado, para não ceder dois desaires consecutivos. Paulo Carlos, estudante.

Para mim esta é uma questão relativa, porque nem sempre os donos da casa conseguem tirar partido disso. Veja-se o caso do Brasil no Mundial. E é preciso ter em conta que o Libolo é, tão-somente, o líder do Girabola. Portanto, só mesmo depois dos noventa minutos é que vamos saber qual será o resultado final, embora o meu apoio vá para o Libolo. Abel Pedro, funcionário público.

Na tabela classificativa da presente edição do Girabola, o Progresso está na décima posição com 22 pontos, ao passo que o Recreativo do Libolo mantém a liderança com 45. Este dado estatístico serve para equacionar qualquer vaticínio que se queira fazer. E na minha opinião o factor-casa pode não ser decisivo neste jogo. O Libolo é o meu favorito. Tarcíso dos Santos, estudante.


AVALIAÇÃO JD

GUSTAVO DA CONCEIÇÃO
Presidente do COA - Positivo -
O movimento olímpico sai mais reforçado, com a realização do primeiro curso para directores da Solidariedade Olímpico. O país precisa de dirigentes com formação desportiva e o curso que decorre em Luanda, dá aos formandos a possibilidade de cultivar as normas de conduta positiva nas acções diárias.

JOÃO GONÇALVES
Presidente da APF Huíla - Negativo -
Tal como o Cuanza Sul, a província da Huíla também não vai ter qualquer representante no Campeonato da Segunda Divisão. A desistência, à ultima hora, da equipa Agro Futebol Clube da Matala, por razões financeiras, reforça a ideia de que os dirigentes associativos continuam a ser o elo mais fraco.

Últimas Opinies

  • 22 de Agosto, 2019

    O divrcio anunciado

    Não faz ainda muito tempo do anúncio do divórcio, entre o órgão reitor do futebol nacional e o então seleccionador nacional de honras, o sérvio Srdjan Vasiljevic, que ontem deixou o país.

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Corrigir o mal no futebol (I)

    A semana passada terminei o artigo com a seguinte sentença: “(…) é importante mudar de estratégia

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Mais um falso arranque do Interclube

    Para o desalento dos prosélitos do futebol sénior masculino, as cortinas do Girabola Zap, versão 2019/20, foram descerradas com máculas na jornada inaugural que, mais uma vez, põem em causa a capacidade organizativa da Federação Angolana de Futebol (FAF), que parece apostada numa competição em que é premiada a instituição que mais erros comete ao longo do “consulado”.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O pas dos amigalhaos

    Foi recentemente anunciada a rescisão contratual do treinador Srdjan Vasilevic com a Federação Angolana de Futebol.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

Ver todas »