Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas dos leitor

20 de Agosto, 2014
Não tenho dúvidas de que se Olímpio Cipriano também for afastado do grupo, temos de refazer o nosso objectivo, porque entendo que é extremamente difícil para a Selecção Nacional concretizar a meta inicialmente traçada pela FAB.
Paulo Madeira, presidente da FAB.

O nosso gabinete jurídico acaba de receber instruções para elaborar uma carta-protesto. Estamos revoltados com o que nos aconteceu nos últimos jogos com o Kabuscorp. É inadmissível. Aquilo não se faz a ninguém. Algo de errado está a suceder contra nós.
Carlos Alves, porta-voz do 1º de Agosto.

Sabíamos que íamos encontrar um adversário difícil, conhecemos o Libolo, é o primeiro classificado do Girabola e impõe respeito. Mas também sabíamos da nossa qualidade e pusemos em campo tudo o que trabalhámos. Felizmente resultou.
Alexandre Grasseli, técnico do Petro de Luanda.

Foi um jogo equilibrado e o adversário soube explorar o deslize da sua equipa. Só podemos queixar-nos de nós, faltou-nos sorte para sairmos daqui com um resultado diferente, melhor, mas é assim o futebol e temos de levantar a cabeça.
Miller Gomes, técnico do Recreativo do Libolo.

A PERGUNTA DO DIA
A experiencia de Nzuzi André incentiva os atletas na corrida ao apuramento do CAN no Níger em 2015?


Esperamos que sim, uma vez que é com os mais velhos que as novas gerações, neste caso a Selecção sub-17, têm de aprender e melhorarem as suas potencialidades. Com tudo isto, desejamos ao seleccionador sucessos na luta pelo CAN/2015. Tuzayana, músico.


AVALIAÇÃO

ALEXANDRE GRASSELI
Técnico do Petro -Positivo -
Com o título cada vez mais longe, a Taça de Angola pode ser a grande salvação da temporada para o Petro de Luanda. O triunfo alcançado em Calulo coloca a equipa do eixo viário próximo da revalidação da prova. Contudo, antes tem de vencer o jogo das meias-finais. A final está mais perto.


MILLER GOMES
Técnico do Libolo - Negativo

O sonho do Recreativo do Libolo em vencer a Taça de Angola esfumou-se. Mesmo a jogar no seu reduto, a equipa de Miller Gomes não teve argumentos suficientes para aproveitar o factor-casa e manter assim o sonho idealizado pelo técnico. Resta à equipa de Calulo vencer o Girabola.

Últimas Opinies

  • 15 de Julho, 2019

    O real papel do gestor desportivo

    As funções de um gestor desportivo não são mais do que as funções de um gestor de empresas, adaptadas e ajustadas às particularidades de um clube ou federação desportiva.

    Ler mais »

  • 15 de Julho, 2019

    Quem explica o desporto angolano?

    O nosso desporto merece um estudo profundo, para se encontrar explicações que justifiquem os resultados que vai tendo.

    Ler mais »

  • 15 de Julho, 2019

    Cartas dos Leitores

    No nosso grupo (A),  somos a única selecção (Angola) que tem a sua primeira participação  a este nível. Canadá vai para a sua sétima, Nova Zelândia.

    Ler mais »

  • 15 de Julho, 2019

    Objectivo falhado

    Angola não conseguiu alcançar o objectivo preconizado no Mundial de Hóquei em Patins, que se disputou em Barcelona, Espanha, acabando por se quedar na sexta posição.

    Ler mais »

  • 13 de Julho, 2019

    Cartas dos Leitores

    Vamos entrar para o campeonato em cada jogo para ganhar, nós queremos começar bem, com o pé direito. Como sabem, já temos o calendário.

    Ler mais »

Ver todas »