Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas dos leitor

29 de Outubro, 2014
Tenho estado a pensar nisso, é um desafio interessante, não sei se alguém em anos mais longínquos conseguiu fazer este equilíbrio de ter uma boa performance na competição africana e também no Girabola. É um equilíbrio difícil.”
Rui Campos - presidente do Recreativo do Libolo.

"Demos entrada de um protesto na FAF e esperamos que nos respondam de acordo com os regulamentos, sem olhar para o peso desta ou daquela equipa, para que a verdade desportiva seja cumprida, porque o contrário vai ser uma desgraça para o futebol angolano.”
Nzolani Pedro - coordenador da Comissão de Gestão do União do Uíge.

Encontrámos uma Faboxe com problemas avultados, sobretudo de ordem administrativa e financeira. Tivemos de partir do zero para seguirmos os propósitos que nos levaram a candidatar. Ou seja, colocar de lado as nossas diferenças e pensar unicamente no trabalho.”
Carlos Luís - presidente da Faboxe.

Se usei a palavra espanhola ‘negro’ numa discussão com Evra, num jogo entre o Liverpool e o Manchester United? Sim. A palavra ‘negro’ significa o mesmo em espanhol e em inglês? Não, sem dúvida que não. Se sou racista? Não, sem dúvida que não.”
Luis Suárez - jogador do Barcelona FC.


PERGUNTA DO DIA
Que ajuda o Governo Provincial do Bengo deve dar ao Domant FC para se manter na fina flor do futebol nacional em 2015?


Na minha modesta opinião, uma província ter uma equipa no Girabola já é um ganho e acho que o Governo provincial do Bengo deve dar todo o apoio, naquilo que for possível, para que o Dumant FC de Bula Atumba tenha uma participação de sucesso, durante a sua estreia, tanto em meios materiais como na questão financeira. António Belina, estudante universitário.

Os Governos provinciais recebem da parte do Governo central orçamentos financeiros para acudirem às necessidades das populações nos mais variados sectores e não sei se isso inclui, também, o apoio aos clubes. Mas como o Domant vai representar a província há que pensar em apoios directos aos clubes. Pedro Alberto, conta própria.

O governador João Bernardo Miranda, através do director provincial dos Desportos da província do Bengo, prometeu apoiar a trajectória do único representante no Girabola do próximo ano. Essa atitude positiva dá para entender a preocupação do Governo em prestigiar a província com uma equipa no Girabola. Aurélio Mussubo, funcionário público.


AVALIAÇÃO JD

JOAQUIM MUYUMA
Treinador do União do Uíge - Positivo

O protesto apresentado pela direcção do União do Uíge à FAF parece que está a servir de motivação à equipa, na recta final do Girabola. A vitória no jogo com o Sporting de Cabinda pode ser de grande valia se houver uma reviravolta, no processo que está a ser analisado pelo órgão reitor do futebol.


ZORAN MAKI
Técnico do Kabuscorp - Negativo

Embora tudo indicasse que o Recreativo do Libolo com maior ou menor dificuldade ia chegar ao título, foi um pouco por culpa do Kabuscorp que a emoção pela disputa do título chegou ao fim. O empate da equipa de Zoran Maki no Lubango só facilitou a vida ao novo campeão nacional, por sinal seu substituto.

Últimas Opinies

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Petro escorregou Vasiljevic j era

    O grande Petro já  atemoriza os seus adeptos em poder continuar a fazer travessia no deserto neste seu “hibernar” sem título desde 2009: empatou mesmo depois de o presidente.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Penso, que não há  muitas alterações  em relação aos candidatos, o 1º de Agosto procura o Penta e o Petro luta para quebrar o jejum de 10 anos, sem conquistar o campeonato.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Girabola de todos

    Soltaram-se assobios, no último fim-de-semana. Voltou aos palcos nacionais, o futebol de primeira grandeza. Ou seja, o campeonato nacional da primeira divisão, o nosso Girabola.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O segundo pecado da FAF

    A direcção de Artur Almeida e Silva acaba de cometer o segundo pecado, na gestão dos destinos da Federação Angolana de Futebol(FAF). O primeiro, assenta na desorganização que já a caracteriza.

    Ler mais »

Ver todas »