Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas dos leitor

17 de Dezembro, 2014
Foi muito bom estarmos aqui reunidos para lembrar bons momentos vividos pela selecção nacional. Foram duas gerações que disputaram dois campeonatos do mundo e serviu para recordações dos dois momentos ímpares.
ANDRÉ MAKANGA, antigo jogador dos Palancas


Apesar das imensas dificuldades que o clube vive e atravessa, esta direcção liderada por mim está disposta a ultrapassar as dificuldades, porque acredito que, embora tardem a chegar, os apoios dos patrocinadores hão-de concretizar-se. Nós estamos aqui para servir o clube.
ELIAS JOSÉ, presidente do ASA.

Viemos entregar este patrocínio, porque o governador Paulo Pombolo afirmou que o Uíge precisava deste gesto para as duas equipas locais. A época passada o União do Uíge foi patrocinada em todas as províncias para onde viajou para realizar jogos, agora foi a vez do Construtor.
SANTOS BIKUKU, empresário nacional.

Há três dias, realizou-se uma mesa redonda sobre o desenvolvimento do desporto na província e uma das dificuldades encontradas foi a falta de recursos financeiros para que as equipas realizassem um trabalho aceitável, com este patrocínio estamos congratulados.
PAULO POMBOLO, governador provincial do Uíge

PERGUNTA DO DIA
O regresso do guarda-redes Hugo Marques (ex-1º de Agosto) ao Kabuscorp ajuda a equipa do Palanca a atingir os objectivos, que são a conquista do Girabola e um brilharete nas Afrotaças?


O segundo lugar conquistado pelo Kabuscorp na época finda, no campeonato principal da Primeira Divisão preocupou, o seu presidente, Bento dos Santos Kangamba e por essa razão, Hugo Marques constitui o reforço a juntar a outros para dar coesão à equipa. Ney Basílio, director de marketing.

O regresso de Hugo à formação do Palanca começa a mexer já no seio dos adeptos e sócios da equipa. Creio que é um bom reforço e o Kabuscorp surge mais forte, agora também com o concurso de Borges, outro regresso. João Gomes, empreiteiro.

A direcção do Kabuscorp do Palanca, conhece bem o potencial do seu ex-atleta, o guarda-redes internacional Hugo Marques, por isso, optou por voltar a contratá-lo. O guarda-redes tem valor e é um reforço que eu aplaudo. Orlando Manuel, automobilista


AVALIAÇÃO JD

JOÃO LUSIVIKuENO
Porta voz da FAF - Positivo

Muito por conta da sua intervenção mediática nos meandros do futebol africano, João Lusivikueno, actualmente vogal de direcção da FAF, mereceu o convite do Comité Organizador do CAN'2015 para integrar a Comissão de Imprensa. Na verdade, não deixa de ser uma grande conquista. Que tudo corra bem.

FUTEBOLISTAS ANGOLANOS
Formação - Negativo

O Presidente da FAF, Pedro Neto defende a necessidade dos futebolistas aliarem a aprendizagem da modalidade à formação académica e cultural. O assunto já foi muito debatido até há bem pouco tempo, o nível académico dos nossos jogadores era constrangedor, em comparação com outras modalidades como o basquetebol.

Últimas Opinies

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Petro escorregou Vasiljevic j era

    O grande Petro já  atemoriza os seus adeptos em poder continuar a fazer travessia no deserto neste seu “hibernar” sem título desde 2009: empatou mesmo depois de o presidente.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Penso, que não há  muitas alterações  em relação aos candidatos, o 1º de Agosto procura o Penta e o Petro luta para quebrar o jejum de 10 anos, sem conquistar o campeonato.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Girabola de todos

    Soltaram-se assobios, no último fim-de-semana. Voltou aos palcos nacionais, o futebol de primeira grandeza. Ou seja, o campeonato nacional da primeira divisão, o nosso Girabola.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O segundo pecado da FAF

    A direcção de Artur Almeida e Silva acaba de cometer o segundo pecado, na gestão dos destinos da Federação Angolana de Futebol(FAF). O primeiro, assenta na desorganização que já a caracteriza.

    Ler mais »

Ver todas »