Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas dos Leitor

22 de Agosto, 2016
Será a minha primeira participação em Jogos Paralímpicos mais, ainda assim, quero fazer história. Estou consciente que vou competir ao lado dos melhores atletas do mundo, por isso, terei que dar o meu melhor no sentido de conseguir arrebatar algumas medalhas.
José Chamoleia, atleta da selecção paralímpica.

Estamos há oito jogos sem perder, mas, nesta segunda volta, temos apenas duas vitórias. É o problema que estamos a viver, o futebol é assim, sabemos que estamos com um défice no ataque, mas é certo que jogámos com uma equipa boa e o resultado foi esse.
Albano César, treinador do Progresso do Sambizanga.

Fizemos um excelente jogo em que fomos uma equipa consistente, circulámos bem a bola, soubemos aproveitar as oportunidades que criámos e penso que este grupo está de parabéns pelo trabalho que estamos a desenvolver e por ter passado a eliminatória.
Simão Languinha, seleccionador dos Sub-17.

(...) Em relação aos nadadores, meu único sentimento em relação a eles é de pena, desprezo. Que pena que tenham algumas falhas de carácter. Certamente eles não representam os atletas americanos que vieram aqui.
Eduardo Paes, prefeito do Rio de Janeiro.


A PERGUNTA DO DIA
O jogador angolano Bastos foi o primeiro angolano a militar numa Liga Russa. Até que ponto isso eleva o nosso país?


Isso é muito bom para o futebol angolano. É a liga Russa onde nunca tivemos nenhuma representação. Este jogador vai se aperfeiçoar lá e poderá dar o seu contributo à Selecção nacional de maneira mais profissional aquando das competições internacionais, como o Campeonato Africano das Nações. Tchiloia Manuel, vendedor.

Isso é um prestígio para o país. O nosso futebol está meio cabisbaixo, sem grandes atractivos a nível internacional e ter um angolano numa liga como a russa é vantajoso. Ele está a ganhar mais experiencia para poder ajudar a nossa selecção quando necessitarmos. Vamos trabalhar para que haja mais angolanos lá fora. Jaime Zua, estudante.

Estou feliz por ele. É uma grande oportunidade e traz muitos benefícios para o país. O nosso futebol carece de ajuda desses internacionais, com as suas experiencias para catapultar a Selecção ao mais alto nível. O Bastos vai longe e todos temos que o apoiar nessa sua jornada.Quintino Gregório, funcionário privado.

Últimas Opinies

  • 15 de Julho, 2019

    O real papel do gestor desportivo

    As funções de um gestor desportivo não são mais do que as funções de um gestor de empresas, adaptadas e ajustadas às particularidades de um clube ou federação desportiva.

    Ler mais »

  • 15 de Julho, 2019

    Quem explica o desporto angolano?

    O nosso desporto merece um estudo profundo, para se encontrar explicações que justifiquem os resultados que vai tendo.

    Ler mais »

  • 15 de Julho, 2019

    Cartas dos Leitores

    No nosso grupo (A),  somos a única selecção (Angola) que tem a sua primeira participação  a este nível. Canadá vai para a sua sétima, Nova Zelândia.

    Ler mais »

  • 15 de Julho, 2019

    Objectivo falhado

    Angola não conseguiu alcançar o objectivo preconizado no Mundial de Hóquei em Patins, que se disputou em Barcelona, Espanha, acabando por se quedar na sexta posição.

    Ler mais »

  • 13 de Julho, 2019

    Cartas dos Leitores

    Vamos entrar para o campeonato em cada jogo para ganhar, nós queremos começar bem, com o pé direito. Como sabem, já temos o calendário.

    Ler mais »

Ver todas »