Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas dos Leitores

28 de Outubro, 2015
Angola acusou excesso de confiança pelo resultado conseguido na África do Sul.Apesar de não haver ainda nada decido quanto a renovação ou não com o brasileiro Roberto do Carmo, a direcção do ASA ao se manter no silêncio dá motivo para que outros clubes se interessem pelo técnico, que em boa verdade acabou por fazer um excelente trabalho na equipa.
JACINTO JOSÉ, director do Minjud no Bié

É sempre bom bater recordes e não esperava estar no centro das notícias cá em Londres, porque sempre fiz a minha carreira em Manchester. Espero continuar a correr, porque é o que mais gosto de fazer.
JOSEFA TERIM, fundista angolana radicada em Manchester

Foi o primeiro ano que o treinador Ivo Traça comandou a equipa de seniores e pensamos que pelo facto de ter realizado um bom trabalho merece o voto de confiança da direcção. Temos motivos para confiar nas suas capacidades e dar-lhe todo apoio possível para que continue a desenvolver o trabalho nesta agremiação.
EZEQUIAS DOMINGOS, director administrativo do GDH

Se fiz algo de errado aceito as críticas, mas quando as pessoas estão atrás de você todo o tempo, não é justo. Se fizer algo errado, sou o primeiro a aceitar a critica, não tenho problema com isso.
DIEGO COSTA, futebolista brasileiro

A PERGUNTA DO DIA
A formação de treinadores de basquetebol de nível II e III que se realiza na capital do país, assegura uma maior competitividade da modalidade?

Angola precisa a todo custo de defender a hegemonia no basquetebol africano nos quatro cantos do mundo e para que este mesmo objectivo seja alcançado, só contando com técnicos capacitados. Portanto, este curso que decorre sob auspícios da Universidade Metodista sob orientação da FAB é muito bem-vindo.
Ernesto Luís, estudante


A Federação Angolana de Basquetebol na qualidade de órgão reitor da modalidade da bola ao cesto ao tomar nota de que a modalidade começa a perder um certo crescimento competitivo no panorama internacional, achou por bem realizar a formação de treinadores de nível II e III. Isso vai potenciar os treinadores e trazer mais competitividade entre as equipas.
João Lumbimbi, relações públicas


O desafio está lançado, porém basta que os formandos inscritos e apurados saibam tirar proveito da situação; outro pormenor centra-se na oportunidade que as direcções dos clubes nacionais devem dar aos treinadores angolanos para aumentarem os seus conhecimentos teóricos e práticos de modo a elevarem a qualidade das nossas equipas.
Mário Bento, gestor de vendas


AVALIAÇÃO JD

ERNESTO MUANGALA Governador provincial da L.Norte-POSITIVO=
A presença de figuras dirigentes nas actividades desportivas, isto é, acompanhando as suas equipas ou selecções joga um papel mobilizador. É isto que tem vindo a fazer Ernesto Muangala, governador provincial da Lunda Norte nestes dias que o Sagrada Esperança prepara com afinco a final da Taça de Angola em futebol.

ELIAS JOSÉ Presidente do ASA-NEGATIVO=
Apesar de não haver ainda nada decido quanto a renovação ou não com o brasileiro Roberto do Carmo, a direcção do ASA ao se manter no silêncio dá motivo para que outros clubes se interessem pelo técnico, que em boa verdade acabou por fazer um excelente trabalho na equipa.

Últimas Opinies

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Petro escorregou Vasiljevic j era

    O grande Petro já  atemoriza os seus adeptos em poder continuar a fazer travessia no deserto neste seu “hibernar” sem título desde 2009: empatou mesmo depois de o presidente.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Cartas dos Leitores

    Penso, que não há  muitas alterações  em relação aos candidatos, o 1º de Agosto procura o Penta e o Petro luta para quebrar o jejum de 10 anos, sem conquistar o campeonato.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Girabola de todos

    Soltaram-se assobios, no último fim-de-semana. Voltou aos palcos nacionais, o futebol de primeira grandeza. Ou seja, o campeonato nacional da primeira divisão, o nosso Girabola.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O segundo pecado da FAF

    A direcção de Artur Almeida e Silva acaba de cometer o segundo pecado, na gestão dos destinos da Federação Angolana de Futebol(FAF). O primeiro, assenta na desorganização que já a caracteriza.

    Ler mais »

Ver todas »