Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas dos Leitores

21 de Novembro, 2015
Nós Comité Organizador estamos em condições de a partir do dia 25 do corrente começarmos a receber as primeiras delegações estrangeiras e com possibilidade inclusive de terem já campos para o treino.
TONY SOFRIMENTO, secretário geral da FABA

Azenaide já está a fazer alguma parte do treino, ainda condicionada mas já está a integrar alguns exercícios, embora não trabalhando de forma global com o grupo. A Natália está a fazer trabalho de natureza física. No geral estamos esperançados de que vamos ter todo o grupo em pleno.
JOÃO FLORÊNCIO, seleccionador nacional de andebol

A minha vida como profissional praticamente está a ser feita aqui, cheguei a Angola no dia 3 de Maio de 2006 para jogar no Sagrada Esperança, já tive momentos de tristeza mas nenhum se compara com o que aconteceu com o Gilberto, porque é neste exacto momento em que você apercebe as implicações da vida.
SAVANÉ, jogador do Benfica de Luanda

Sempre tive queda para jogar a defesa central pois era fã do Mário Coluna, do Benfica de Portugal, que foi um grande defesa e também marcava muitos golos. Sempre que estivesse em campo eu imaginava-me ser o Mário Coluna e procurava imita-lo ao máximo possível em função do que ouvia nos relatos de futebol.
JUJÚ, antigo jogador da Taag


A PERGUNTA DO DIA

Quais os ganhos que o país terá no capítulo futebolístico internacional, caso aumente o número de árbitros de elite aceites pela FIFA?


Os ganhos serão inúmeros, uma vez que Angola faz parte dos poucos países africanos de referência organizativa e participativa desportiva no panorama internacional. Esperamos que os responsáveis dos árbitros de nacionais saibam honrar com a promessa apresentada a público.
Adão Neto, estudante

As dificuldades que o país viveu, antes e depois da independência e também na altura da guerra, condicionaram a todos os angolanos a todos os níveis. Precisamos paulatinamente dar passos de gigantes para que estejamos em pé de igualdade com as grandes referênciais mundiais no capitulo desportivo.
João Raúl, estudante

A realização do Campeonato Africano de Futebol em 2010 catapultou a imagem do nosso país, ao mais alta padrão desportivo, motivos pela qual recebemos várias felicitações de dirigentes desportivos, em particular do então presidente da FIFA, Joseph Blatter. Contudo isso, apoiamos o aumento de árbitros internacionais.
Igor Ricardo, funcionário público

Últimas Opinies

  • 15 de Julho, 2019

    O real papel do gestor desportivo

    As funções de um gestor desportivo não são mais do que as funções de um gestor de empresas, adaptadas e ajustadas às particularidades de um clube ou federação desportiva.

    Ler mais »

  • 15 de Julho, 2019

    Quem explica o desporto angolano?

    O nosso desporto merece um estudo profundo, para se encontrar explicações que justifiquem os resultados que vai tendo.

    Ler mais »

  • 15 de Julho, 2019

    Cartas dos Leitores

    No nosso grupo (A),  somos a única selecção (Angola) que tem a sua primeira participação  a este nível. Canadá vai para a sua sétima, Nova Zelândia.

    Ler mais »

  • 15 de Julho, 2019

    Objectivo falhado

    Angola não conseguiu alcançar o objectivo preconizado no Mundial de Hóquei em Patins, que se disputou em Barcelona, Espanha, acabando por se quedar na sexta posição.

    Ler mais »

  • 13 de Julho, 2019

    Cartas dos Leitores

    Vamos entrar para o campeonato em cada jogo para ganhar, nós queremos começar bem, com o pé direito. Como sabem, já temos o calendário.

    Ler mais »

Ver todas »