Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas dos Leitores

14 de Dezembro, 2015
“Orientações da CAF é que as Associações e Federações nacionais devem certificar as qualificações dos treinadores dos seus países. E é isso, honestamente, que o professor Lúcio Antunes veio fazer a Angola”.
Pedro Neto , presidente da Federação Angolana de Futebol

“Quando aceitei o desafio, estabeleci como meta ir à selecção, disputar uma prova continental com a selecção, conquistar o Girabola, a Taça de Angola e a Supertaça, só me falta ser campeão nacional”.
Osório , ex-jogador do Benfica de Luanda

“Há vários tipos de coisas que podemos fazer, para a fórmula 1 voltar ao que já foi um dia, porque estamos nas exibições. Estamos lá para entreter o público. Não estamos para proporcionar a exibição da Mercedes, nem para demonstrar e vender os seus carros”.
Bernie Ecclestone , patrão da fórmula 1

“Foi uma temporada positiva e de muito aprendizado. Por ser o primeiro ano na F1, tive muita experiência nova e aprendi a cada final de semana. Não posso deixar de dizer que na minha primeira prova eu e a equipa conseguimos um resultado excepcional”.
Felipe Nasr , piloto brasileiro

A PERGUNTA DO DIA
Os convocados de Romeu Filemon são os ideais, tendo em conta os compromissos da Selecção Nacional, durante o CHAN do Ruanda, a se disputar-se de 16 de Janeiro a 7 de Fevereiro do próximo ano?


Os 25 jogadores convocados para a "operação CHAN", são atletas com prestações positivas no campeonato principal de futebol da Primeira Divisão. Gostei da convocação pelo técnico Romeu Filemon de Dani Traça (Desportivo da Huíla), Sargento (1º de Agosto), Manguxi (Petro de Luanda) e do avançado do Progresso, Yano.
Simão César, estudante

A Nação está confiante no trabalho desenvolvido pelo responsável técnico da Selecção Nacional, Romeu Filemon. Tem sido cuidadoso quanto à escolha dos jogadores que irão representar as cores da Bandeira Nacional, durante a segunda maior prova futebolística do continente.
Carlos Osvaldo, comerciante

A união em prol dos objectivos dos Palancas Negras durante o CHAN, é fundamental para alcançarmos a tão almejada "taça" na República do Ruanda, em 2016. Esta corrente positiva entre os atletas convocados, equipa técnica e sociedade, reforça a nossa vontade de trazer a taça para casa.
Fernando José, relações públicas

Últimas Opinies

  • 22 de Julho, 2019

    Akw lesou a Ptria por representar o Pas?

    Com a vossa permissão, amigos leitores, deixam-me exteriorizar , o que sempre defendi do ex-craque da nossa terra chamado Akwá, menino de Benguela

    Ler mais »

  • 22 de Julho, 2019

    Com o balo vazio no se busca patrocnio

    Certa directora de marketing, com muita experiência nesta área e que trabalha no mercado nacional há mais de 10 anos, confidenciou-me, dias atrás.

    Ler mais »

  • 22 de Julho, 2019

    Segunda derrota nacional

    O PAÍS  futebolístico continua a curar as mágoas de ter visto partir o então seleccionador nacional dos Palancas Negras, Hervé Renard.

    Ler mais »

  • 20 de Julho, 2019

    Cartas dos Leitores

    “Nunca cheguei a reunir com este senhor (Akwá) para tratar este assunto. Apenas nas veste de Deputado e com o seu guarda-costa, apareceu no meu gabinete.

    Ler mais »

  • 20 de Julho, 2019

    Acesso ao Qatar

    Apesar da qualificação inédita numa fase final de um Mundial de Futebol, algo que ocorreu curiosamente em 2006, edição organizada pela Alemanha, a Selecção Nacional.

    Ler mais »

Ver todas »