Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas dos Leitores

27 de Janeiro, 2016
Sabemos, que na época passada não fomos felizes, a julgar pelo lugar em que ficamos no Girabola (12º classificado). Este ano, queremos fazer um campeonato tranquilo, de formas a dignificar as cores do clube e quiçá cumprir com os objectivos traçados pela direcção do clube.
Albano César , treinador do Progresso do Sambizanga

O grupo está fechado. Estou satisfeito, com a qualidade e o potencial de todos os jogadores, que integram o plantel. Não contamos, incluir mais, qualquer reforço. O grupo satisfaz.
Beto Bianchi , técnico do Petro de Luanda

Temos entre quatro a oito anos, para preparar duas a três boas gerações, para podermos fazer alguma coisa proveitosa no Mundial de 2022. Temos de começar a trabalhar já nas selecções de sub-20 e sub-23, para daqui a quatro anos, termos uma equipa principal muito forte.
Carlos Calongo , comentador desportivo

Tudo, o que estão dizer, é mentira. Não se pode dar muita importância a isso. Sempre treino bem, sempre tento estar no auge. As pessoas ao meu lado sabem como sou (...). Duvidarem de mim, dizer que não me cuido, que estou gordo, essas coisas deixam-me mal.
James Rodríguez , jogador do Real Madrid

A PERGUNTA DO DIA
As melhores jogadoras do Campeonato Nacional de Garrafinha podem ser aproveitadas para integrar as equipas profissionais de andebol?


Achamos ser uma óptima ideia, uma vez que os grandes nomes do andebol feminino nacional, sobretudo africano, tiveram passagem pela garrafinha ou jogos do género que também exigem alguma técnica. São jogos, que têm raízes nos bairros, escolas e comunidades.
joão sozinho , funcionário público

Os “olheiros” do andebol profissional, sabem o quanto a modalidade garrafinha, pode contribuir para a hegemonia do nosso andebol. Nesta ordem de ideias, pensamos que os técnicos das equipas e das selecções devem acompanhar o decurso do Campeonato Nacional de Garrafinha, verem as melhores e depois fazerem o trabalho que se impõe.
Gabriel Eugénio , automobilista

A cada jornada, do Campeonato Nacional de Garrafinha em que o município do Cazenga lidera a lista das equipas participantes, só mostra o quanto temos de talentos para ser aproveitadas para outras modalidades do desporto nacional. Penso, que com algum trabalho específico, é possível enquadrar alguns destes talentos.
Garcia Mburuba , funcionário público

Últimas Opinies

  • 20 de Julho, 2019

    Acesso ao Qatar

    Apesar da qualificação inédita numa fase final de um Mundial de Futebol, algo que ocorreu curiosamente em 2006, edição organizada pela Alemanha, a Selecção Nacional.

    Ler mais »

  • 20 de Julho, 2019

    O honroso sexto lugar do nosso hquei em patins

    A recente participação de Angola no Campeonato do Mundo de Hóquei em Patins, que decorreu em Barcelona, Espanha, e que o nosso país se classificou em sexto lugar.

    Ler mais »

  • 18 de Julho, 2019

    Cartas dos Leitores

    No nosso período pré competitivo, nesta segunda quinzena de Julho, já queria ir para uma paragem, onde tivesse campos e equipas para realizarmos jogos.

    Ler mais »

  • 18 de Julho, 2019

    Final interessante

    Um mês depois de fortes emoções vividas nos estádios e em outros espaços fora e longe dos centros de disputa,  vamos ter,  finalmente,  amanhã dia 19, o cair do pano da XXXII edição do Campeonato Africano das Nações de futebol, organizado pelo Egipto.

    Ler mais »

  • 18 de Julho, 2019

    A dvida de Akw

    O dia 8 de Outubro de 2005, ficará para sempre gravado na história do desporto angolano e do futebol em particular.

    Ler mais »

Ver todas »