Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas dos leitores

14 de Fevereiro, 2016
Quando há domínio e conhecimento do jogador não há problema. O 1º de Agosto neste momento fornece o maior número de atletas à Selecção Nacional e se optarmos por um estrangeiro tem de ser alguém que traga qualidade acrescida.
Pedro Godinho , presidente da Federação Angolana de Andebol

Por ser a selecção feminina, cuja folha de serviço diz tudo, o nível de exigência é maior e a disputa dos Jogos Olímpicos é algo que me falta no currículo e também nunca orientei uma selecção para jogar em Angola.
Filipe Cruz , seleccionador nacional de andebol sénior masculino

Quando decido assinar por uma equipa é para ser titular. Vou lutar e dar o meu máximo para mostrar o meu valor. Sou guarda-redes titular da selecção do meu país e quero manter esta posição no Progresso.
Nyame Patrick , guarda-redes do Progresso Sambizanga

O meu plano contém passos concretos. Um mapa realista que levará a FIFA a um lugar melhor e recuperará a confiança dos fãs do futebol. Um lugar onde as manchetes estarão no jogo e não nos escândalos. É a nossa última chance de voltar aos eixos.
Ali Bin Al Hussein , candidato à presidência da FIFA


A PERGUNTA DO DIA
Que alterações a equipa técnica do Progresso do Sambizanga terá de fazer no onze inicial, caso a recuperação do avançado Yano seja prolongada?


O treinador Albano César tem um modelo de jogo diferente do habitual, desde que se registaram no seu plantel duas baixa, uma das quais a lesão Jaceck que já está a trabalhar com bola ao passo que o estado de Yano continua com fracas melhorias. Albano César tem de inovar. Simão César , comerciante

Pelo que li no Jornal dos Desportos, a equipa técnica do Progresso do Sambizanga já estuda as hipóteses de alteração do plantel inicial, tendo em conta a contagem regressiva para o arranque do Girabola Zap e o atraso da recuperação do entorse que o artilheiro Yano foi vitima. Só o treinador sabe aquilo que deve fazer. Nelson Mussulumbi, comerciante

A experiencia de Albano César, enquanto técnico profissional de futebol, vai ser mais uma posta à prova, para o bem do seu histórico. O treinador corre o risco de ver a sua equipa a disputar os três primeiros jogos oficias do Girabola Zap sem o melhor marcador, pelo que as alternativas não são muito animadoras, na minha opinião. Pedro Gonçalves , estudante

Últimas Opinies

  • 22 de Agosto, 2019

    O divrcio anunciado

    Não faz ainda muito tempo do anúncio do divórcio, entre o órgão reitor do futebol nacional e o então seleccionador nacional de honras, o sérvio Srdjan Vasiljevic, que ontem deixou o país.

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Corrigir o mal no futebol (I)

    A semana passada terminei o artigo com a seguinte sentença: “(…) é importante mudar de estratégia

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Mais um falso arranque do Interclube

    Para o desalento dos prosélitos do futebol sénior masculino, as cortinas do Girabola Zap, versão 2019/20, foram descerradas com máculas na jornada inaugural que, mais uma vez, põem em causa a capacidade organizativa da Federação Angolana de Futebol (FAF), que parece apostada numa competição em que é premiada a instituição que mais erros comete ao longo do “consulado”.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O pas dos amigalhaos

    Foi recentemente anunciada a rescisão contratual do treinador Srdjan Vasilevic com a Federação Angolana de Futebol.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

Ver todas »