Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas dos leitores

20 de Fevereiro, 2016
A ideia é começarmos a olhar para o futebol de forma diferente, como um fenómeno social, mas também económico e rentável. Esta é a ideia do que se pretende. Em Angola é uma experiencia pioneira, provavelmente vamos ter ao longo deste percurso algumas dificuldades, mas pior seria não fazer nada
Cardoso de Lima , secretário-geral da FAF

Já não temos um ou dois candidatos ao título como tivemos há tempos atrás. Isso, demonstra que as outras equipas investiram e organizaram-se da melhor forma. É bem-vinda a envolvência da Zap no Girabola. Sabemos que é o novo patrocinador do campeonato e espera-se que valorize a competição na visão local e nacional
Abel Campos , antigo internacional angolano

Quando olhamos para a ‘montra de horrores’ que foi destapada nos últimos seis meses, ou um ano, a questão que colocamos – e não sou imune a isso – é como é que chegámos a este ponto
Sebastien Coe , presidente da Federação Internacional de Atletismo

porque é a fase de matrículas para a maior parte dos atletas, realização de exames de acesso às universidades, factores que levam às vezes alguns pais a vetarem a participação de seus filhos nas provas, por isso, vamos propor a disputa em Agosto.
Pina de Almeida , director técnico da Federação Angolana de Andebol


A PERGUNTA DO DIA
A evolução que o técnico do Sagrada prevê deve ser testada já no jogo da segunda-mão das preliminares de acesso à fase de grupos da Taça da Confederação?

O técnico principal do Sagrada Esperança reconhece que a equipa pode evoluir, mas ainda assim este progresso deverá ser testado em campo, tal como mandam as regras do futebol. Enquanto isto, espero confirmar isso na segunda "mão" das preliminares de acesso à fase de grupo da Taça da Confederação Filipe Dala , estudante

A derrota em casa, na altura do jogo da primeira "mão" das preliminares de acesso à fase de grupo da Taça da Confederação já faz parte do passado, motivo para dizer que Zoran Maki, na qualidade de responsável principal da equipa técnica dos diamantíferos já estuda as possibilidades de vencer o Ajax Cape Town. Aí assim, poderemos falar em evolução Figueira Fuxi , gestor comercial

Zoran Maki sabe perfeitamente que a época futebolística não se restringe aos compromisso dos jogos das preliminares de acesso à fase de grupo da Taça da Confederação, uma vez que ao longo da época tem pela frente, o campeonato principal da Primeira Divisão e a Taça de Angola. Mas a evolução de que fala tem de acontecer já. Pai King , kudurista

Últimas Opinies

  • 22 de Agosto, 2019

    O divrcio anunciado

    Não faz ainda muito tempo do anúncio do divórcio, entre o órgão reitor do futebol nacional e o então seleccionador nacional de honras, o sérvio Srdjan Vasiljevic, que ontem deixou o país.

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Corrigir o mal no futebol (I)

    A semana passada terminei o artigo com a seguinte sentença: “(…) é importante mudar de estratégia

    Ler mais »

  • 22 de Agosto, 2019

    Mais um falso arranque do Interclube

    Para o desalento dos prosélitos do futebol sénior masculino, as cortinas do Girabola Zap, versão 2019/20, foram descerradas com máculas na jornada inaugural que, mais uma vez, põem em causa a capacidade organizativa da Federação Angolana de Futebol (FAF), que parece apostada numa competição em que é premiada a instituição que mais erros comete ao longo do “consulado”.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    O pas dos amigalhaos

    Foi recentemente anunciada a rescisão contratual do treinador Srdjan Vasilevic com a Federação Angolana de Futebol.

    Ler mais »

  • 19 de Agosto, 2019

    Como causar impacto atravs do marketing?

    De facto, para que se crie um impacto forte e eficaz através do marketing desportivo, é indispensável que os clubes e federações deem atenção ao formato comunicativo a ser utilizado.

    Ler mais »

Ver todas »