Jornal dos Desportos

Director: Matias Adriano
Director Adjunto: Policarpo da Rosa

Opinio

Cartas dos Leitores

01 de Maio, 2016
Sei que este resultado pode complicar as nossas contas e vamos ter de repensar, porque vem ali uma maratona de jogos. Mas cada jogo é um jogo e vamos encará-los da melhor maneira possível.
Miller Gomes , treinador do Kabuscorp do Palanca

Queremos criar condições para que no caso de continuemos no segundo mandato, tenhamos ideias mais sólidas, para que possamos ter uma equipa no Girabola. Temos objectivos e essa é uma acção que pode ser feita de imediato, e constar dos programas gizados ao longo do nosso mandato.
José Mundila , novo presidente do Interclube da Huíla

A Galeria recomenda-se, mas devia estar melhor porque há atletas e clubes que não aparecem, fica-se com a ideia que não existem. Penso que a direcção da Galeria e do Ministério da Juventude e Desportos devem fazer esforços, no sentido de trazer todos aqueles organismos que movimentam o desporto, para que a história possa ficar registada."
Folino Sicato , jornalista

Cheguei em 2000/01, e o Sporting tinha conquistado o campeonato no ano anterior. Na minha primeira época não vencemos, mas depois no ano a seguir com Laszlo Bölöni foi espectacular. Mas já passaram 14 anos depois do último título, é muito tempo, está na hora de voltar a ser campeões. Um clube como o Sporting não merece tanto tempo sem ser campeão.
Tello , ex-jogador do Sporting de Portugal


A PERGUNTA DO DIA

O Petro de Luanda foi o justo vencedor no dérbi com
o Kabuscorp do Palanca?


A equipa técnica do Petro de Luanda soube antecipadamente estudar a forma de jogar do Kabuscorp do Palanca, com principal realce para as falhas que tem vindo a cometer ao longo da época. Pois quando a lição é bem estudada, cabe aos autores tirar proveito da situação; portanto, vitória merecida da equipa do Catetão.
Pedro da Costa , estudante

Os petrolíferos ao se aperceberem de como seria difícil jogar com os palanquinos, acima de tudo por causa dos milhares de adeptos que têm, fizeram questão de jogar com inteligência, mantendo maior posse de bola e surpreender com contra-ataques. O Petro mostrou que é uma equipa mais experiente.
Francisco Melo, estudante

A formação com mais título no campeonato nacional de futebol da primeira divisão mostrou à equipa adversária como se joga e se vence em casa alheia. Entrou sem abanar, controlou o jogo do Kabuscorp e fazendo jus a máxima de que no aproveitar está o ganho, tirou partido disso marcando o golo da vitória.
Alexandre Félix , funcionário público

Últimas Opinies

  • 18 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Temos de nos preparar bem para o jogo que será decisivo e estou convicto que iremos fazer este trabalho em conjunto, não temos muito tempo, agurada-nos um trabalho sério contra uma selecção que perdeu todas as partidas.

    Ler mais »

  • 18 de Março, 2019

    L se foi o sonho...

    O Petro de Luanda, até ontem o único sobrevivente angolano nas Afrotaças, não conseguiu evitar a derrota frente ao Gor Mahia FC do Quénia, em Nairobi, num jogo em que estava “condenado” a não desperdiçar, na totalidade, os pontos em discussão.

    Ler mais »

  • 18 de Março, 2019

    Os estreantes e o ritual de integrao

    Igor Vetokele regressa aos Palancas Negras, depois de muito tempo.

    Ler mais »

  • 16 de Março, 2019

    Cartas dos Leitores

    Eu já vi três vezes o jogo, muito sinceramente deu para ver alguma coisa na atitude e reacção de certos jogadores.

    Ler mais »

  • 16 de Março, 2019

    Operao Botswana

    A Selecção Nacional de futebol em honras concentra-se amanhã, a noite, tendo em vista a derradeira jornada do Grupo I da campanha para o Campeonato Africanos das Nações deste ano, a decorrer entre 21 de Junho e 19 de Julho no Egipto.

    Ler mais »

Ver todas »